Você está aqui
Home > Brasília > Frente evangélica se consolida para a corrida eleitoral

Frente evangélica se consolida para a corrida eleitoral

CB.Poder

De olho nas eleições, lideranças consolidaram, nesta quinta-feira (08/02), uma frente evangélica para a disputa por cargos majoritários — Palácio do Buriti, Vice-Governadoria e Senado. A coalizão reúne representantes de igrejas com grande alcance no Distrito Federal, como Assembleia, Universal do Reino de Deus, Sara Nossa Terra e Ministério da Fé.

 

Até o momento, o único nome consolidado para o pleito é o do empresário e presidente regional do PRB, Wanderley Tavares. Um novo encontro está marcado para o fim do mês, quando os demais interessados em concorrer devem se manifestar.

 

A reunião desta quinta-feira durou cerca de duas horas e aconteceu no salão de festas da Sara no Sudoeste, com nomes influentes no meio evangélico, como Bispo Robson Rodovalho e Fadi Faraj, cotados para a disputa. Compareceram, ainda, os distritais Sandra Faraj (SD), Rodrigo Delmasso (Podemos), Celina Leão (PPS) e Julio Cesar (PRB). “Decidimos que estaremos juntos e unificamos cerca de 80% do meio. Defenderemos os valores da família”, disse Delmasso.

 

Agora, a ideia do grupo é se transformar em uma frente cristã, com a chegada de lideranças do segmento católico. O ex-distrital Washington Mesquita, coordenador da Festa de Pentecostes, por exemplo, está na mira. Outras coalizões também serão procuradas: de centro-direita, com PSDB, PR, DEM, PTB, MDB e DEM, a centro-esquerda, com PSD, PPS e PDT. Diálogos com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) não estão descartados.

 

Base de apoio evangélica

 

A força política do segmento é inegável. Há mais de 840 mil evangélicos na capital, segundo dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) de 2016 — fatia que representa 28,91% da população.

 

Para se ter noção do alcance, apenas os distritais religiosos eleitos angariaram o apoio de 160.353 eleitores no último pleito. O PRB emplacou o parlamentar mais bem colocado: Julio Cesar, com 29.384 votos. Agora, ele deve concorrer para o cargo de deputado federal.

 

2 thoughts on “Frente evangélica se consolida para a corrida eleitoral

Deixe uma resposta

Top