A última manobra no Na Hora

1
9

A Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania – SEJUS, finalmente deu um passo importante para interromper os negócios da empresa citada no escândalo do Mensalão do DEM – B2BR Business To Business – no Na Hora.

Mas o grupo ligado à empresa conseguiu realizar sua última manobra diante das atuais autoridades do novo governo. Na quarta-feira (13), a Edição Extra n. 10 do DODF publicou um aviso de Dispensa de Licitação Emergencial número 01/2015 para contratação de empresa para prestação de serviços integrados de operação, manutenção, recepção, triagem e apoio à gestão das unidades do Na Hora.

Tal aviso foi divulgado em cima da hora para evitar concorrentes, e nesta segunda (18), sem que até servidores sequer soubessem sobre a realização do certame,  o mesmo ocorreu no auditório da SEJUS e adivinhem: Apenas os representantes da B2BR estavam lá, felizes aguardando o início, entretanto,   foram surpreendidos com o ingresso de outra empresa, faltando cinco minutos para o começo do certame, que apresentou toda documentação exigida e preço menor.

Abertas as propostas, a  concorrente ganhou com o preço de R$999.000,00 enquanto a da B2BR era de R$1.076.000,00.

Agora pela manhã, a Comissão volta a se reunir, porque está procurando desde ontem eventuais ‘falhas’ na documentação da empresa vencedora…

Será que agora o secretário de Justiça, João Calos Souto, vai realmente ter pulso firme e cancelar o contrato com a empresa envolvida em escândalo político e citada no esquema de desvio de recursos públicos? O processo foi realmente colocado em disputa ou será mais uma vez direcionado para renovar o emergencial com a empresa B2BR?

Com a palavra, a SEJUS.

 

 

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui