Acordo de delação premiada de Dario Messer é homologado

0
44
Pelo acordo, Dario Messer deve cumprir pena de até 18 anos e 9 meses de prisão
Reprodução

Os juízes Alexandre Libonati Abreu e Marcelo Bretas, da 2ª e da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, respectivamente, homologaram o acordo de colaboração premiada do doleiro Dario Messer. Ele é acusado de participar de esquemas nacionais e transnacionais de lavagem de dinheiro e outros crimes.

Conforme o documento, Messer deve cumprir pena de até 18 anos e 9 meses de prisão, com progressão de regime prevista em lei. Outro ponto da delação é a renúncia de 99% do seu patrimônio, estimado em cerca de R$ 1 bilhão.

Entre os bens do doleiro estão imóveis de alto padrão e valores no Brasil e no exterior, além de obras de arte e um patrimônio no Paraguai ligado a atividades agropecuárias e imobiliárias, que deverão fundamentar um pedido de cooperação com as autoridades paraguaias para sua partilha com o Brasil.

O valor se soma aos R$ 370 milhões já devolvidos por seus parentes em outro contrato com o Ministério Público Federal.

Fonte: Revista Consultor Jurídico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui