Agnelo, Arruda, Gim e Robério estão na lista de Janot

0
8

CB.Poder

A nova lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, atinge nomes de expressão na política do DF.

Os ex-governadores Agnelo Queiroz (PT) e José Roberto Arruda (PR), que já respondem a várias ações por outras denúncias, foram citados nas delações dos executivos da Odebrecht colhidas pela força-tarefa da Lava-Jato e deverão ser investigados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Eles estão listados entre os 211 pedidos de remessa dos casos para a Justiça nos estados por se tratarem de políticos que não têm foro no Supremo Tribunal Federal (STF).

Preso em Curitiba, o ex-senador Gim Argello também é citado. O relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, deverá remeter essas petições ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal que, por sua vez, deverá encaminhar a promotores do DF.

Entre os citados, está também um deputado distrital: Robério Negreiros (PSDB).

O contexto dessas citações ainda está sob sigilo, mas Janot pediu a quebra do segredo de justiça.

Outros políticos do DF também foram listados e devem aparecer na terceira lista de Janot, sobre obras da Andrade Gutierrez.

Dois empreendimentos estão no olho do furacão: o Centro Administrativo do DF e o estádio Nacional Mané Garrincha.