ALIADOS EVITAM FALAR SOBRE O ESCÂNDALO QUE ENVOLVEU ARGELLO

1
6

Diante das acusações que foram feitas contra o senador Gim Argello (PTB), os senadores Cristovam Buarque (PDT) e Rodrigo Rollemberg (PSB) da coligação Um Novo Caminho, também tem preferido o silêncio. Aliás, durante a crise que se abateu sobre o DF quando do escândalo do Mensalão do DEM, o senador Cristovam ficou quieto, sumidinho, sumidinho. Esperou a poeira baixar.

E Cristovam não podia mesmo  falar muito porque seu partido – PDT – fazia parte do governo de Arruda. Eleito deputado distrital nestas eleições,  Israel Batista (PDT) também participou ativamente do governo arrudista e igualmente preferiu  manter silêncio. O PDT e o PSB evitam falar no assunto que envolve um companheiro que foi importante para a vitória de Agnelo.

A prática do silêncio é comum nestes casos. Afinal, aliado não tem defeito nem comete crime, segundo a cartilha lulista. O Mensalão do PT que diga…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui