Apesar de ser da base, Delmasso continua independente em temas polêmicos

0
5

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou na última quinta-feira (12) o projeto de lei nº 187/2015, que institui o Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (Refis/DF). Após longo debate em plenário, o texto enviado pelo Executivo foi aprovado com emendas por todos os 23 deputados presentes à sessão. Os deputados distritais conseguiram aprovar o projeto do governo por 12 votos a 11.

delmassoplenario2015

 

 

 

 

 

 

Mas o que chamou mesmo  atenção foi a emenda do deputado Rodrigo Delmasso (PTN) que retirava do texto o perdão (ou desconto) para sonegadores.  “É preciso excetuar aqueles que estão em processo judicial por sonegação. A Câmara Legislativa não pode ser conivente com sonegadores”, afirmou o parlamentar que recebeu o apoio do colega Dr Michel (PP) que completou: “A medida pode ser legal, mas é imoral criar benefícios para quem não quer pagar impostos”, defendeu.

Segundo informações, o  Palácio do Buriti não gostou da postura de Delmasso, até porque talvez  o governo tenha alguns amigos que serão beneficiados pelo Refis.

Votaram contra: Dr Michel (PP), Rodrigo Delmasso (PTN), Bispo Renato (PR), Wasny de Roure (PT), Chico Vigilante (PT), Ricardo Vale (PT), Chico Leite (PT), Rafael Prudente (PMDB), Robérgio Negreiros (PMDB) e Wellington Luis (PMDB).

 

 

 

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui