MAIS
    HomeDistrito FederalApós 461 dias preso, coronel Naime é solto

    Após 461 dias preso, coronel Naime é solto

    Alexandre de Moraes finalmente concede a liberdade provisória do coronel da PMDF

    Nesta segunda-feira (13/5), o ministro Alexandre de Moraes  determinou a liberdade provisória do coronel Jorge Eduardo Naime, que ficou detido durante 461 dias. Ele é réu no inquérito que investiga possíveis omissões de membros da Polícia Militar do Distrito Federal  (PMDF) frente aos atos de 8 de janeiro de 2023.

    Para Moraes, não há mais necessidade da medida cautelar extrema, já que Naime foi recentemente transferido para a reserva remunerada – equivalente à aposentadoria dos militares.

    A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou, na sexta-feira (10/5), a favor do pedido de liberdade provisória ao coronel Jorge Eduardo Naime, ex-comandante do Departamento de Operações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

    Enquanto isso, o ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general G. Dias continua livre, leve e solto por aí. Ele foi acusado de ignorar alertas da Abin sobre invasão de prédios públicos em Brasília no dia 8 de janeiro de 2023.

     

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Deve ler

    spot_img