ARRUDA DESPREZA ELIANA PEDROSA

1
8

Arruda tem fama de desprezar companheiros e companheiras. Hoje, o governador do DF colhe frutos daquilo que plantou no meio do caminho. Conseguiu transformar aliados em inimigos ferozes, muito bem informados e munidos de sede de vingança por terem sido desprezados, humilhados e abandonados. A história da vida pública de Arruda mostra isso, a sua intensa capacidade de simplesmente virar as costas para aqueles que lhe estenderam a mão. Ele hoje paga um altíssimo preço por ter menosprezado o homem a quem procurou, ainda em 2006, para pedir dinheiro. O então presidente da Codeplan Durval Barbosa, lhe deu dinheiro, pagou sua campanha ao governo do DF, pagou ainda a casa de transição de sua equipe de governo e de quebra, o ajudou a comprar um haras e manter amigos e aliados com dinheiro, muito dinheiro nos últimos anos. Agora chegou a vez de ‘fritar’ a deputada Eliana Pedrosa. Nos bastidores, tanto no Buritinga quanto em Águas Claras, Arruda têm tido que “se der corda à Eliana, ela voará sozinha”. O que não é compreensível neste momento, é o fato de Arruda desprezar a deputada que lhe estendeu a mão, meteu a cara na mídia para defendê-lo com unhas e dentes, e agora é considerada pelo Buritinga, fora da disputa para a presidência da Câmara Legislativa do DF. Tudo indica que Arruda cairá juntamente com Paulo Octávio, principalmente após o depoimento de Durval Barbosa à CPI da Corrupção. Portanto, quem assumirá o governo do Distrito Federal será o presidente da CLDF. O “x” da questão está aí: Arruda deixará o cargo de governador mas quer continuar mandando no GDF através de um deputado que possa “controlá-lo”. O favorito à sucessão de Leonardo Prudente (sem partido) é o deputado sem voz ativa, Wilson Lima. O medo do grupo arrudista é que, ao eleger Eliana Pedrosa (DEM), não tenham controle sobre ela. E é verdade. Eliana é dura mas não é ingênua, e sabe que pode se tornar governadora a qualquer momento, desde que seja eleita presidente do Legislativo local. O jogo está só começando. O deputado federal Alberto Fraga (DEM) sofreu calado nos últimos 3 anos dentro de seu partido. Arruda e sua trupe não lhe davam crédito, nem confiança. Se achavam superiores ao deputado, que por algumas vezes ficou tão irritado que chegou a sair da secretaria de Transportes, mas acabou retornando. O tratamento dado pelo DEM à Fraga hoje é outro. A situação se repete com Eliana: quando se precisa dela, Arruda vai até a casa dela para conversar. Amanhã ela poderá valer muito ao partido, que se reunirá hoje para discutir temas altamente bombásticos. Arruda continua fazendo inimigos gratuitamente. A lista cresce.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui