ARRUDA É ABANDONADO POR ANTIGOS ALIADOS

3
9
deu em o globo

Arruda é abandonado por antigos aliados

Em peso, Câmara deve aprovar impeachment

O clima de abandono a José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) tomou conta de vez da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Sem constrangimento, ex-aliados do governador preso e afastado prometeram ontem votar a favor da abertura do processo de impeachment contra ele. O relatório, que acusa Arruda de chefiar o mensalão do DEM em Brasília, deve ser aprovado com folga amanhã, em votação aberta no plenário da Câmara. Depois, Arruda ainda terá cerca de dois meses para decidir se renuncia, para evitar a cassação.

Recém-convertido a defensor do impeachment, o líder do governo, Batista das Cooperativas (PRP), tentou negar a traição a Arruda.

— Isso é lenda urbana. Não houve abandono, porque ninguém apoia pessoalmente alguém. Meu apoio sempre foi ao programa de governo do Arruda, mas o governador hoje é o Wilson Lima — justificou-se.

A suplente Ivelise Longhi (PMDB), que chefiou a administração de Brasília até dezembro, invocou uma razão inusitada para votar contra Arruda.

— A abertura do processo de impeachment dará chance de ampla defesa ao governador — disse.
Representante da minoria que fazia oposição ao governo, o relator do pedido de cassação, deputado Chico Leite (PT), deixou clara a motivação dos colegas:

— Estamos julgando, mas também seremos julgados pela sociedade. Os eleitores estão de olho. Leia mais em O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui