ARRUDA IGNORA LIDERANÇAS DO GAMA E ASSOCIAÇÃO COMERCIAL CRIA FÓRUM PERMANENTE

0
4
Quando era candidato ao GDF, José Roberto Arruda era um homem que afirmava “amar o Gama”. Desde que assumiu o comando do governo do Distrito Federal, a verdade tem sido outra. E por conta do descaso de políticos da cidade e diante de ações do governo que revoltaram a cidade, a Associação Comercial e Industrial do Gama decidiu botar a boca no trombone e montou um Fórum Permanente de Debates visando resgatar o respeito e a consideração que a cidade e seus moradores merecem. A população do Gama quer esporte, lazer, ruas iluminadas, transporte coletivo de melhor qualidade, saúde pública, segurança e investimentos na educação. Mas também deseja respeito e quer ser ouvida pelos políticos que hoje ocupam espaço nos gabinetes. Veja, na íntegra, documento que foi divulgado pela ACEIG: A sociedade organizada do Gama pede participação:
O Gama, assim como outras regiões administrativas do DF, é caracterizada pela diversidade social e econômica: desenvolvimento econômico e exclusão social, desemprego e falta de mão de obra qualificada, crescimento populacional e degradação ambiental, informatização e exclusão digital.
Este é um desafio da atualidade e tal demanda exige da sociedade civil organizada a busca de caminhos eficientes e democráticos que possibilitem a implementação de políticas públicas, essenciais para a qualidade de vida dos cidadãos.
Caminhando nessa direção é que a ACEIG protagonizou a criação de um fórum permanente, realizado no último dia 04 de setembro, cujo objetivo principal é a criação de uma consciência e de um pensamento social, que permitam a identificação dos interesses e problemas comuns, a busca das soluções e a reversão da fragmentação de grupos e interesses hoje existentes. O debate contou com a participação de entidades representativas de diversos segmentos: Associação Comercial-ACEIG, Ordem dos Advogados-OAB, Ordem dos Ministros Evangélicos do Gama-OMEGA, ROTARY CLUB, Lojas Maçonicas da Cidade, Lions Club, Igreja Católica, representante dos Corretores de Imóveis bem como com a participação de associados e da comunidade.
O fórum, além da troca de experiências, propiciou a reflexão sobre dificuldades enfrentadas pelos empresários e demais entidades e resultou na elaboração de propostas, que poderão ser implementadas por meio da articulação junto aos agentes públicos e entidades privadas em prol da realização de projetos de interesse não só dos empresários, mas de toda comunidade gamense.
Conscientes do papel que assumimos, entendemos ser fundamental expressar os anseios da grande maioria dos cidadãos, empresários por nós representados, sobre algumas questões importantes no processo de desenvolvimento econômico e social de nossa cidade:
– Fomentar o fortalecimento e a criação de novas relações entre os agentes políticos do GDF e as entidades, de modo a tornar possível a gestão compartilhada;
– Construir alternativas visando a superação de conflitos interpostos pela individualidade, de modo a garantir a execução de projetos demandados pela cidade;
As entidades representadas, assumindo o papel de sujeito político, apresentaram proposta de mobilização para garantir a sua participação na Festigama, evento comemorativo ao aniversário da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui