ARRUDA PERSEGUE DELEGADO MAURO CEZAR QUE DENUNCIOU MANOBRAS EM INVESTIGAÇÕES

0
21

Mais uma do governador Arruda! No dia 04 de dezembro, o novo secretário de Governo do GDF, Flávio Giussani encaminhou ofício ao Diretor-Geral da Polícia Civil, Cléber Monteiro, devolvendo o servidor Mauro Cezar Lima, delegado de Polícia, que estava lotado na Secretaria de Governo do Distrito Federal. Ele foi notificado no dia 08 e ingressou no Conselho Especial do TJDF com mandado de segurança com pedido de liminar, uma vez que o delegado é presidente do Sindicato dos Delegados do Distrito Federal, e que acordo com a Lei 8.112/90 artigo 240, alínea b, não pode ser removido do local de trabalho pois tem INAMOVIBILIDADE enquanto estiver cumprindo mandato classista. No mesmo dia 11 de dezembro, o Conselho Especial acatou o pedido e deferiu a liminar, garantindo a permanência de Mauro Cezar na governadoria do DF. A atitude do governo de Arruda em prejudicar o delegado, se deu principalmente após as denúncias feitas por Mauro Cézar que alegou que o governo atrapalhou as investigações, ao afastar, em julho de 2009, três delegados responsáveis pela investigação dos contratos de tecnologia. As mesmas chegaram bem perto de Arruda e sua turma. Mauro Cézar teve de recorrer à Justiça, enquanto Arruda recorre à meios entre meias…

Na decisão do Desembargador Sérgio Bittencourt, ele afirma o seguinte: “Igualmente caracterizado o periculum in mora, porquanto, fragilizada a posição de seu líder, o próprio Sindicato poderia se fragmentar, justamente no momento em que reivindica melhorias para a categoria que representa. Isto posto, concedo a liminar para suspender os efeitos do ato coator, garantindo ao impetrante sua lotação na Secretaria de Governo do Distrito Federal, até o julgamento definitivo do presente mandamus”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui