Arthur Lira teria escondido quase R$10 milhões da Justiça Eleitoral, denuncia ex-esposa

    0
    27

    A ex-mulher do deputado Arthur Lira (PP-AL), Julyenne Santos Lins, afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que seu ex-marido vem ocultando patrimônio da Justiça Eleitoral. Em 2018, ele declarou ao TSE patrimônio de R$ 1,7 milhão.  Mas, segundo Julyenne, Lira apresentou ao processo de divórcio do casal um papel com anotações de bens que somam R$ 11 milhões.

    Em 2010, Arthur Lira apresentou uma declaração de bens no valor de pouco mais de R$2 milhões.
    As acusações foram feitas num pedido de abertura de inquérito contra Lira. Na petição, Julyenne acusa o ex-marido de cometer crime contra sua honra por chamá-la de “notória vigarista” em entrevista à Veja.

    Já a declaração de Lira foi feita em resposta às acusações da ex-mulher de que ele recebia remessas mensais de propina que variavam entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão desde que era deputado estadual em Alagoas. “O dinheiro chegava lá em casa em malotes”, disse Julyenne à Veja.

    No pedido de abertura de inquérito por crime contra a honra, a ex de Lira também pede que o deputado seja investigado por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições de 2018. O relator é o ministro Luís Roberto Barroso, que ainda não tomou decisões no caso.

    Espera-se que não haja interferência política para salvar a pele de Arthur Lira no STF. O fato é que Lira é atualmente um político rico que se acha esperto.

     

     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui