Artigo O POVO CIDADÃO DE BRASÍLIA

0
14

 

Brasília foi palco da abertura da copa das confederações. mais importante do que o  futebol mostrado pela seleção de Felipão, é o que aconteceu em razão do evento.

Primeiramente, importa destacar a lição de cidadania que o povo ensinou aos governantes:

A seleção foi aplaudida e apoiada ao longo dos noventa minutos;

Todos no estádio cantaram o hino nacional;

Quando o gerente do balcão de negócios da fifa anunciou a presença de Dilma Roussef, foi vaiado;

A vaia se tornou ensurdecedora quando Dilma anunciou a abertura da copa;

Tais episódios demonstram claramente que o povo (mais de 70 mil pessoas) sabe distinguir muito bem o que lhe faz bem e o que lhe faz mal;

Quem não quer ser vaiada, basta governar com transparência, honestidade e seriedade, qualidades estas que, convenhamos, não se encontra nos governos do partido das trapaças.

INCOMPETÊNCIA + AUTORITARISMO = GOVERNO DO PT

Mais uma vez o governo do partido da trapaça mostra seu instinto autoritário, ao reprimir com violência animalesca 2.500 manifestantes, e não 200 como mentirosamente afirmou o GDF, que “ousaram” protestar contra a obra superfaturada do estádio, que até onde se sabe, já subtraiu mais de um bilhão e meio dos bolsos do contribuinte do DF.

Cenas como as exibidas pelos veículos de comunicação, de um policial pilotando uma moto atropelando propositadamente um manifestante, e outra em que o policial manda outro manifestante já ferido numa perna, correr para atingir-lhe a outra, demonstram mais uma faceta de um governo que não se contenta em ser apenas incompetente e despreparado, além de envolto num lamaçal de corrupção, que é da violência.

A revelação dessa faceta de violência,traz consigo um efeito altamente corrosivo ao DF, pois além dos males inerentes à própria violência, as ações do governo estão destruindo a imagem de eficiência e seriedade construída pela instituição policial ao longo da sua existência.

Usar a PMDF para reprimir manifestações legítimas da população, além de atentar contra a democracia, só serve para gerar mais violência e para desconstruir uma instituição do Estado que deve servir ao cidadão emprestando-lhe segurança, inclusive contra maus governantes que sem quaisquer escrúpulos, tenta aparelhar as instituições do Estado para atender seus interesses antidemocráticos.

Espera-se que os milhares de policiais que integram a ainda respeitada PMDF, lembrem-se que o valor maior a ser defendido é o da Democracia e não permitam que a instituição seja destruída cumprindo cegamente ordens manifestamente ilegais de praticar violências contra a sociedade que paga seus salários.

Raimundo Ribeiro

Advogado

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui