Aumento salarial beneficiará mais de 60 mil servidores do GDF

0
9

 
Projeto de reestruturação de 22 carreiras do serviço público local foi enviado hoje à Câmara Legislativa e representará impacto de R$1,2 bilhão aos cofres públicos em três anos
 
Mais de 60 mil servidores de 22 áreas do serviço público do Distrito Federal terão as carreiras reestruturadas e, por consequência, ganharão aumento salarial com o pacote de planos de carreira enviado hoje à Câmara Legislativa.
 
“Essa medida deixa o servidor mais valorizado e motivado. Com o (plano de) carreira ele sabe que progredirá (no serviço público). São conquistas que não se medem só com o percentual do momento, mas que irão para a vida toda dos servidores”, destacou o governador Agnelo Queiroz ao assinar os projetos de lei.
 
A expectativa do governo é ver todos os PLs de reestruturação de carreiras aprovados ainda este ano na Câmara Legislativa, para que os aumentos comecem a ser aplicados, no máximo, até o início do próximo ano.
 
Os integrantes dessas carreiras se somam a outros 42 mil trabalhadores da Segurança Pública (bombeiros, PM e policiais Civis), 36 mil da saúde (enfermeiros, odontólogos e assistentes de saúde) e 65 mil da educação (magistério e auxiliares), que tiveram as carreiras ajustadas no primeiro semestre.
 
Das 28 carreiras que compõem a Administração Pública do DF, apenas servidores de Gestão Fazendária, do DETRAN e da Agricultura ainda precisam fechar acordo com o governo. “Nós continuaremos negociando dentro do mesmo parâmetro das outras categorias”, garantiu o governador.
 
IMPACTO- A reestruturação das 22 carreiras anunciada hoje prevê aumento em três parcelas (2013, 2014 e 2015), com impacto de R$184,9 milhões nos cofres públicos neste primeiro ano, de R$659 milhões no segundo ano e impacto total de R$ 1,2 bilhões quando for completamente implantado.
 
“Foi preciso dividir esses ajustes salariais em diversos meses, alguns em setembro e outros em novembro ou começando em 2014. Se não fosse assim, não seria possível atender esse conjunto de carreiras”, explicou o secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda.
 
EXEMPLOS- Os aumentos acordados com as categorias podem chegar a 66% quando totalmente implantados, em 2015, como no caso dos médicos do DF, que terão o melhor piso salarial do país com a primeira parcela do aumento a partir de setembro.
 
“Este ato pode ser considerado um marco na história do servidor público do DF. Nunca se viu a assinatura de tantos projetos reestruturando carreiras”, destacou o presidente de honra do Sindicato dos Servidores Públicos Civis da Administração Direta (Sindireta), Severino de Oliveira.
 
A carreira de Políticas Públicas e Gestão Governamental (PPGG) também será reestruturada completamente e passará a ter característica transversal, ou seja, estará presente em todos os níveis governamentais.
 
CONFIRA A LISTA DE CARREIRAS QUE SERÃO REESTRUTURADAS:

Apoio às Atividades Policiais Civis
Assistência Pública à Saúde
Atividades Complementares de Segurança Pública
Atividades Culturais
Atividades do Hemocentro
Atividades do Meio Ambiente
Atividades em Transporte Urbano
Atividades Penitenciárias
Auditoria de Atividades Urbanas
Auditoria de Controle Interno
Auditoria Tributária
Cirurgião-Dentista
Fiscalização de Atividades de Limpeza Urbana
Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos
Médicos
Músico da Orquestra Sinfônica
Planejamento e Gestão Urbana
Políticas Públicas e Gestão Governamental
Procurador, Assistência Jurídica e Defensor Público
Assistência Social

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui