Bancada do DF na Câmara dos Deputados questiona reajuste de ônibus

0
18

O aumento nas tarifas de transporte público no Distrito Federal não repercutiu apenas entre a população que utiliza o serviço. Também incomodou os parlamentares da bancada do DF na Câmara dos Deputados, coordenada por Izalci Lucas (PSDB). Ele promete enviar, nesta segunda-feira (2/1), um ofício de pedido de informação para que o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) justifique o acréscimo no preço.

“O aumento foi muito alto e já é o segundo. No ano passado, foi a mesma coisa”, afirma Izalci. Com o reajuste, que passa a valer a partir de segunda, a tarifa do transporte coletivo do DF chegará a R$ 5. “É um custo que atinge diretamente milhões de trabalhadores. Essas regiões mais distantes tiveram o maior reajuste, de 25%”, lembra.

Mais cedo, o líder da bancada também usou as redes sociais para questionar o aumento nas passagens, que caracterizou de “tapa na cara dos brasilienses” e criticou o estado do transporte público da capital. “Brasília infelizmente tem um transporte público cada vez pior e agora mais caro”, disse.Nota do DEM
Em nota, o DEM-DF diz que “reprova com veemência o aumento de tarifa. É mais uma decisão absurda do desgoverno de Rodrigo Rollemberg, incapaz de mudar a estrutura de remuneração do sistema para aliviar o déficit, toma uma decisão terrível para a população, que é o aumento de tarifas.”

O deputado federal Alberto Fraga, presidente regional do partido, lembra, na nota, que foi secretário de Transportes do DF no governo Arruda e nunca autorizou aumento de tarifa. “Esse aumento e ainda mais grave, pois foi anunciado na véspera de ano-novo, com a cidade em recesso. Um escândalo!”, ressaltou. (Colaborou Kelly Almeida)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui