Bispo Renato vai ao Sol Nascente ouvir a comunidade

0
9

Acontece hoje, a partir das 15h, uma Audiência Pública na Praça da Cruz, no Sol Nascente, em Ceilândia, para discutir a política de regularização fundiária. O deputado Bispo Renato Andrade, autor da iniciativa, quer abrir um canal de diálogo entre a comunidade e as autoridades públicas para encontrar soluções legais para os problemas encontrados na região.

O Fórum de Prefeituras Comunitárias de Ceilândia levou ao gabinete do deputado Bispo Renato um dilema vivido por mais de 450 famílias residentes no Condomínio Nova Jerusalém: a luta pelo direito à moradia. “É preciso estabelecer o devido diálogo com a população. Derrubadas e ameaças não vão resolver o problema, por isso, a Audiência Pública é um importante espaço para discussão e busca de soluções para essa situação”, observou Bispo Renato.

Segundo a comunidade, desde o anúncio das derrubadas, as famílias que ali residem não conseguem trabalhar, dormir e viver em paz, pois estão sofrendo com as constantes ameaças divulgadas pela imprensa, por parte do Governo do Distrito Federal e movimentos com interesses financeiros para o setor.

Foi noticiado pelos meios de comunicação, inclusive, que o condomínio Nova Jerusalém ocupa uma área orçada em aproximadamente R$41 milhões, onde será construída uma bacia de amortecimento de pico para captação de águas pluviais, além de 25 quilômetros de sistema de drenagem e 305 mil metros quadrados de pavimentação.

“É importante ressaltar que ninguém, em sã consciência, deseja morar em um lugar sem as mínimas condições de infraestrutura, a não ser por necessidade, e ainda mais, sendo muitas vezes tratados com violência e truculência, como se fossem grileiros”, pontuou Bispo Renato. “A nossa polícia é considerada uma das melhores do país, então que prendam os grileiros. Mas a população necessitada não pode sofrer com o erro desses criminosos”, concluiu o distrital.
Fonte: Assessoria de Comunicação do deputado Bispo Renato

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui