BRB enfraquece instituição e prejudica interesses da sociedade

0
10

 

Troca de Presidente e problemas nas contratações levantam dúvidas sobre os riscos dos correntistas do BRB

 

A sucessão de mudanças na indicação de nomes para ocupar a presidência do BRB vem deixando o mercado financeiro intrigado. O atual presidente Jacques de Oliveira Pena, foi empossado em 1º de fevereiro de 2012, mal deu tempo de assumir plenamente as funções e em outubro deste mesmo ano, o GDF indicou Abdon Henrique de Araújo para o cargo mas não chegou a assumir a presidência, ocupada atualmente por Jacques Pena, e o GDF conseguiu  obter da Câmara Legislativa do Distrito Federal a aprovação, por unanimidade, em votação nesta quinta-feira (13), do nome de Paulo Roberto Evangelista de Lima para a presidência do BRB.

 

Enquanto isso, o impacto dos anúncios está ofuscando os riscos de um processo de contratação, conforme publicado no diário oficial do DF de 04/12/2012 para contratação de empresa para prestação de serviços de compensação de cheques e outros documentos.

 

O problema é o elevado impacto da mudança desse porte poderá destruir os atuais processos de Compensação implantados e testados pelo Banco Central e pelas instituições financeiras. O futuro do BRB pode reservar surpresas ruins à sociedade, considerando o fato das complexidades do processo de capturar as informações do cheque por meio de código de barras e imagem com envio para o BB processá-lo e enviá-lo ao banco de origem. Os correntistas poderão não ter os depósitos em cheques compensados em sua conta o que provocará irritação dos clientes e da perda para outras instituições financeiras.

 

A movimentação na cúpula está deixando riscos relevantes no processo de contratação comprometendo o crescimento sustentável do banco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui