BRUNELLI DIVULGA NOTA

1
4

O ex-deputado Junior Brunelli divulgou nota, após ter sido expulso do PSC. Veja a íntegra:

Nota à  imprensa

Surpreendido com noticias veiculadas pela mídia, venho a público para  elucidar os fatos.

Minha candidatura ao cargo de Deputado Federal não nasceu por acaso ou falta de opção política, mas a partir de um acordo feito durante reunião na residência do Sr. Roriz onde estavam presentes além do Sr. Joaquin Rorim, Sr. Valério Campos, presidente do PSC local, membros do diretório regional do PSC, representantes dos conselhos de pastores e igrejas do Distrito Federal e um grupo de pastores da comunidade evangélica participaram do encontro  no dia 29 de junho.

Naquela ocasião me foi garantido pelo presidente de honra do PSC regional, Sr. Joaquim Roriz, e pelo Sr. Valério Campos, presidente da regional do DF, que, em razão dos episódios envolvendo meu nome na mídia, informações manipuladas por pessoas com interesses escusos e interessadas em prejudicar minha imagem pública, não seria possível garantir legenda no partido para minha candidatura ao Senado ou a Deputado Distrital. Mas, durante as conversas, me foi garantida uma vaga no PSC para Deputado Federal. Acordo esse, brutalmente quebrado sem ao menos uma conversa prévia.

Quem me garantiu a vaga foi o diretório regional do PSC. Quem fez a promessa foi o PSC. O acordo partiu do partido e não de minha iniciativa pessoal.

À véspera da convenção do PSC, surgiu um fato novo: o diretório nacional não me disponibilizaria a legenda para as eleições de outubro de 2010. Houve, claramente, a quebra do acordo, da palavra empenhada.

Desde então tenho travado uma dura e inglória batalha, para esta questão política e a conseqüente manutenção do acordo firmado no dia 29 de junho.

Outro dado fundamental: não respondo a nenhum processo por quebra da ética ou descumprimento do estatuto do PSC. A expulsão ora urdida não tem amparo legal. Até momento não fui comunicado pelo partido a nível nacional e nem regional.

É importante que todos saibam, que quando me filiei ao PSC o fiz a convite expresso do Sr. Roriz conforme documentado em vídeos disponíveis em meu site.

Atribuo, também, toda essa teia de mentiras a interesses pessoais daqueles, que, não tendo voto suficiente para se elegerem em outubro, usaram da má fé para afastar-me do legítimo direito que tenho de disputar uma eleição e garantir a representatividade das pessoas que sempre defendi.

Joaquim Roriz, candidato do PSC ao governo desta cidade, disse recentemente que os “seus adversários políticos e traidores não iriam ganhar no tapetão”. É o que estão tentando fazer comigo. Mas não passarão. Com fé em Deus e tenacidade vencerei aos meus algozes de ocasião.

Ao registrar uma candidatura avulsa na Justiça Eleitoral não cometi nenhum crime. Apenas exerci um direito previsto na legislação. É um direito que cabe a mim e a qualquer cidadão. Nada que pudesse afrontar normas legais ou partidárias.

É de lamentar, mais uma vez, que o partido tenha me tratado de forma desonrada, ultrajante mesmo. A ética foi varrida em nome de interesses de grupos sem compromisso com o futuro e o bem-estar da população brasiliense.

Mais uma vez fui traído. Vitima de um complô contra minha pessoa e contra daqueles que representei durante meu tempo de mandato na Câmara Legislativa.

Fui e estou sendo vitima de uma manobra política que só vi retratada em telas de cinema. Comecei a ser traído quando um agente maligno plantado dentro da igreja evangélica, se fazendo de amigo e irmão de fé. Esse agente, por ordem de seu superior e mentor, tinha uma missão: a de me desestabilizar politicamente e manchar minha honra e colocar em cheque a fé que tenho em Deus. A minha fé e minha honra, contudo, continuam inabaláveis.

Hoje percebo quanto fui ludibriado. Mas como o tempo é senhor da razão e Deus está no controle da minha vida. Tudo isso será elucidado em breve. A verdade virá a tona e os verdadeiros culpados punidos.

Aos que trabalharam comigo ao longo dessa jornada, meu muito obrigado. E, também, a todos que acreditam na verdade.

Cordialmente

Brunelli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui