Cabeças a prêmio

0
9

 

Quatro administradores regionais estão com a cabeça a prêmio. Em todos os casos, a origem do problema está no esfarelamento de suas bases de apoio. Na lista figuram os administradores de Ceilândia e Taguatinga.

 

 

 

 

Fonte: Eduardo Brito/Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui