Câmara Legislativa não vota convocação de secretário de Saúde

0
13

O plenário da Câmara Legislativa ignorou, nesta terça-feira (8/11), o pedido de convocação do secretário de Saúde, Humberto Fonseca, para explicar o motivo da transferência, para Goiânia, de até 90 pacientes que precisam de cirurgia ortopédica no Distrito Federal. O pedido do distrital Ricardo Vale (PT) foi assinado por 13 deputados e lido em plenário, mas não foi colocado em votação.

O petista quer que o chefe da pasta justifique a transferência dos pacientes para o estado vizinho. Vale questiona ainda como será feito o deslocamento e com quais recursos o governo local irá transportá-los.“O governo tem estrutura e profissionais para realizar esse tipo de procedimento aqui, mas prefere transferir os pacientes para outros estados, mesmo com risco de morte para essas pessoas e com os custos de deslocamento e pagamento das cirurgias feitos pelo GDF”, criticou Ricardo Vale.

Devido à falta de próteses e materiais específicos, a Secretaria de Saúde aprovou a transferência de até 90 pacientes para Goiás, onde serão submetidos a cirurgias ortopédicas. A justificativa é que a pasta está com dificuldades de prover, em tempo hábil, os equipamentos para as cirurgias.

Segundo a Secretaria de Saúde, o Distrito Federal arcará com os custos dos pacientes que moram na capital federal. No caso de residentes de Goiás que buscaram atendimento no DF, caberá ao governo goiano pagar pelos procedimentos. A medida é resultado de um termo de cooperação entre as pastas das duas unidades da Federação.

 

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui