CARAVANA DA ESPERANÇA EM SOBRADINHO II

13
9

Ontem (24), a Caravana da Esperança  seguiu com o ex-governador Joaquim Roriz (PSC) para Sobradinho II para mais um mutirão de filiação ao Partido Social Cristão (PSC) assim como para os partidos coligados a ele, que são o PMN, o PTdoB, o PSDC e o PRTB. O trabalho começou cedo, por volta das 8h e prosseguiu até o início da tarde, recebendo filiações em todos as legendas. A primeira a efetivar sua filiação ao PSC foi Maria da Glória de Souza, moradora de Sobradinho II.

O ex-governador Joaquim Roriz ficou satisfeito com o que viu e incentivou que os simpatizantes a estas siglas convoquem mais pessoas às filiações. “Quero fazer uma revolução no Distrito Federal e precisamos que o partido seja fortalecido. Para isso precisamos de mais filiações”, o que provocou aplausos das mais de 500 pessoas que ocuparam o salão da Igreja Assembleia de Deus Atos dos Apóstolos, na AR 13 de Sobradinho II.

Roriz voltou a explicar, a exemplo das outras caravanas realizadas em diferentes cidades do Distrito Federal que não está ali pedindo voto. Atendendo aos termos da legislação eleitoral ele só faz o que lhe é permitido como pré-candidato ao governo do Distrito Federal. Ele apresenta aos presentes os pré-candidatos a deputado distrital, a deputado federal e seu pré-candidato a vice-governador, que é o deputado federal Jofran Frejat, e traça um perfil de cada um. Mas em apenas uma frase ele qualifica os pré-candidatos. “São homens e mulheres capazes, leais e podem ajudar a administrar a cidade”, atesta.

Outro ponto abordado pelo ex-governador é atribuída à dificuldade em encontrar um lugar fechado para realizar o processo de filiação já que todos contam com a sua presença e de outros pré-candidatos às eleições de outubro deste ano. “Só podemos fazer esse trabalho em local fechado e temos encontrado dificuldades em encontrá-lo. Mas, por exemplo, hoje, contamos com a boa vontade do pastor Aldo Pereira dos Santos, que abriu as portas da sua igreja para nos receber. Aqui adquirimos força e vigor para uma campanha que se aproxima”, disse Roriz referindo-se a adesão das pessoas aos partidos coligados.

O ex-governador destacou que o que lhe chamou a atenção, hoje, pela manhã, foi a beleza que em Sobradinho II e agradeceu a Deus por esta oportunidade de tê-lo levado àquela cidade que cresceu muito. “Hoje minha preocupação é com os jovens que se formam e não têm emprego, assim como com a saúde, com a segurança. Agradeço a Deus por estar aqui falando dos problemas da cidade, mas peço àqueles que vim abraçar em Sobradinho II para que se filiem aos partidos coligados para nos fortalecermos ainda mais”, convidou.

O pré-candidato a vice-governador, Jofran Frejat, foi exaltado por Roriz. “Este homem não será de novo secretário de Saúde, mas vice-governador, porque trata-se de um homem honrado”. Jofran por sua vez, ressaltou que os jornais volta e meia atacam o ex-governador, mas não falam das coisas boa que ele fez, como a retirada de invasões do centro da cidade. E de outras partes do Distrito Federal. Roriz tirou as pessoas das invasões e deu dignidade, deu um endereço para elas. Roriz previu e evitou uma catástrofe como a ocorrida no Rio de Janeiro e ninguém reconhece isso. As pessoas esquecem as coisas boas que Roriz fez pelo Distrito Federal”, reclamou.

O presidente do PSC-DF, Valério Neves, endossou o que Frejat disse e destacou que o ex-governador Joaquim Roriz ampliou o Distrito Federal criando as cidades satélites. Para ilustrar a importância das cidades, Valério lembrou que o primeiro bebê de Brasília, Brasiliano Pereira da Silva, que foi batizado por Juscelino Kubitschek e dona Sarah Kubitschek, mora no Recanto das Emas. “Ele mora numa cidade fundada por Roriz”, relembrou. Mas saindo um pouco da nostalgia, Valério disse que não existe eleição ganha. “Para que Brasília volte a ser feliz precisamos do apoio de vocês com mais filiações”, convocou.

Já Caio Donato, presidente do PRTB, disse que estava ali para levar apoio ao ex-governador. “Nós temos muita admiração e respeito pelo senhor”, disse Caio. Já o presidente do PTdoB, Paco Veiga, “estar fortalecendo o partido do ex-governador Joaquim Roriz é colaborar para por ordem no caos que está Brasília tanto da Saúde como na Segurança”. O representante do PSDC, Quintiliano também reforçou o aumento de filiados nos partidos. “Conclamamos a todos a convidar parentes e amigos e ir de casa em casa em busca de mais filiados, para estarmos vitoriosos no dia 3de outubro”. A presidente do PPS, Silvana Amaral, disse que está em um partido em formação e que com esse mutirão de filiação “vamos dar uma resposta nas urnas, porque temos condições de ser um partido grande”.

Jaqueline Roriz (PMN) criticou a Saúde do DF, dizendo que ela não está mais na UTI, mas que já morreu. Em seguida criticou a segurança, dando como exemplo que o cidadão até dentro de casa corre risco de perder seus bens. “O presente não tem nada a nos oferecer”, disse alto e em bom som, destacando que esta noite roubaram os fios de cobre da sua casa, mostrando um exemplo da fragilidade que a população do DF está submetida. “Com todos esses partidos coligados podemos fazer muito por esta cidade. A proposta é esta, mas ainda não estamos em campanha. Mas podemos nos reunir e dizer que poderemos fazer a diferença. Roriz e Frejat juntos vão fazer essa diferença”, aposta a deputada distrital e pré-candidata a deputada federal.

O deputado federal Laerte Bessa (PSC-DF) destacou que falta uma delegacia em Sobradinho II e de outras necessidades que a cidade tem. Laerte também falou dos pessimistas com a sua mudança de partido, para o PSC. Mas ele disse não ter medo das urnas nas eleições de outubro, e aposta que fez a melhor escolha quando foi para o PSC. “Perguntem ao povo porque optei em ficar ao lado de Roriz”, e ele mesmo respondeu: “porque tenho orgulho de esta ao lado de Roriz”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui