CARTOLAS DO FUTEBOL CANDANGO SÃO CONDENADOS E DESTITUÍDOS

2
12

DISTRITO FEDERAL
TJDFT destitui presidente e vice da Federação Brasiliense de Futebol

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou o presidente licenciado da Federação Brasiliense de Futebol (FBF), Fábio Simão, e o mandatário em exercício, Paulo César Araújo, por improbidade administrativa. Pela decisão da 6ª Vara Cível de Brasília que ainda cabe recurso, ambos estão destituídos dos cargos e proibidos de voltar a entidade nos próximos dez anos.

Simão e Paulinho foram acusados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de beneficiar três clubes de Brasília com verbas repassadas pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) em 2004: Brasiliense, Gama e CFZ-DF. No entanto, segundo novas investigações, o Jacaré, do qual Simão é sócio, teria recebido a maior parte desse dinheiro, que deveria ir a um projeto de atividades em interesses comuns da Federação.

Na decisão em primeira instância, o juíz alegou que o MPDFT conseguiu provar que apenas os três clubes se beneficiaram das verbas públicas. “O financiamento de referidos clubes parece constituir um verdadeiro ciclo vicioso, na participação de campeonatos e na percepção de verbas públicas, seguindo critérios absolutamente pessoais dos dirigentes que abrigam interesses também pessoais”, constatou.

Procurado pela reportagem do Correio, Fábio Simão não atendeu as ligações. Já Paulinho, que hoje comanda a FBF, respondeu que ainda não tomou conhecimento da condenação imposta pelo TJDFT, mas se defendeu sobre o assunto. “Na época eu era o vice-presidente. Portanto, só assumia o cargo se o Fábio saísse. Não assinava nada, não decidia nada. É rolo do Fábio isso”, afirmou.

Segundo o site do Tribunal, os réus teriam se defendido sobre a destinação dos recursos com a justificativa de que Brasiliense, Gama e CFZ representavam o DF nas competições nacionais. Informações do Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui