Caso Donadon ‘Papuda foi homenageada’, ironiza Marco Aurélio Mello

0
9
 

A inédita decisão da Câmara de manter o mandato do deputado Natan Donadon (sem partido-RO), preso há dois meses por desvio de dinheiro público e formação de quadrilha, foi alvo de duras críticas. “Agora temos essa situação de alguém com direitos políticos suspensos, mas deputado com mandato. A Papuda que está homenageada. Vai causar inveja muito grande aos demais reeducandos”, ironizou o ministro do STF Marco Aurélio Mello.

A presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministra Carmen Lúcia, afirmou que, embora impopular, a decisão cumpriu o rito que previa a palavra final do Congresso. “Se o resultado é benéfico ou não, compete ao próprio povo depois verificar. Mas a Câmara cumpriu a competência dela”, disse. Leia mais

Fonte: Jornal Metro Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui