CEB inaugura linha de distribuição Santa Maria/Mangueiral

    0
    6

     

    O esforço pela revitalização do sistema elétrico do Distrito Federal fecha o ano com a entrega de mais uma importante obra. Foi inaugurada, nesta sexta-feira (28), pelo governador em exercício, Tadeu Filippelli, a Linha de Distribuição (LD) Santa Maria/Mangueiral, que conta com 41km de extensão e capacidade de 138Kv de transmissão. A nova malha atenderá pelo menos 170 mil unidades consumidoras, ou, aproximadamente, 680 mil pessoas. Santa Maria, Gama, Paranoá, Varjão, Jardim Botânico, lagos Sul e Norte e a área central de Brasília serão as regiões beneficiadas. Na obra, foram investidos cerca de R$ 10,5 milhões.

    A Linha de Distribuição funcionará em sistema de anel. Significa que ela poderá ser abastecida por mais de uma estação – nesse caso, Corumbá III e IV e Samambaia/Furnas. Isso reduzirá a incidência de quedas de energia e possibilitará o retorno mais rápido do fornecimento quando houver interrupção.

    O investimento trará qualidade aos serviços prestados pela Companhia Energética de Brasília (CEB). “Essa obra contribui com a estabilidade do sistema. Ela se reflete em todo o Distrito Federal, trabalhando em anel, o que representa um passo muito importante na recuperação da companhia”, destacou o governador em exercício, Tadeu Filippelli.

    Em 2012, a CEB investiu R$ 160 milhões na recuperação do sistema de distribuição de energia. Entre as obras já inauguradas estão as subestações do Riacho Fundo e do Gama e a Linha de Distribuição Samambaia/Riacho Fundo. Outras 18 intervenções estão em andamento, como a ampliação da subestação de Águas Claras e a construção das subestações do Estádio Nacional e da Cidade Digital.

    “Esse é o maior plano de investimento da história da CEB. Ele dará agilidade à resolução dos problemas pela companhia e tranquilidade à população, que sentirá a diferença a partir do meio do ano que vem”, garantiu o diretor-presidente da CEB, Rubem Fonseca.

    Investimento até 2014 – Desde sua inauguração, em 1968, até 2010, a empresa instalou 21 transmissores. Até 2014, a previsão é colocar mais 23 equipamentos no sistema, o que adicionará 742kV à capacidade atual de 2.150kV. O investimento representa aumento de 35% na estrutura da rede, em comparação a 2010. Informações da Agência Brasília.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui