Celina Leão vira o jogo (4×1) contra Cristovam, mas há o segundo tempo

1
6

 

celina-leao-350x233O senador Cristovam Buarque, até aqui principal estrela do PDT em Brasília, sofreu uma derrota na noite desta quarta-feira 3, ao ter de engolir via telefonema o resultado da reunião da legenda, que declarou ‘apoio irrestrito’ à decisão da deputada Celina Leão, de deixar a base aliada do governador Rodrigo Rollemberg.

Presidente da Câmara Legislativa, Celina foi repreendida publicamente por Cristovam (que se encontra em viagem ao exterior) por ter rompido com o Palácio do Buriti na terça-feira 2, sem antes ouvir a opinião do senador. Na reunião da Executiva, o presidente Georges Michel e os deputados Joe Valle e Reginaldo Veras decidiram respaldar o ato da deputada. O senador Antônio Reguffe, outro prócer pedetista, não participou da reunião.

– O PDT declara seu apoio irrestrito (ao ato de Celina Leão), diz nota divulgada na noite desta quarta-feira.

Oportunamente, ainda segundo a nota, a legenda decidirá internamente o rumo que tomará no cenário político do Distrito Federal. De imediato, porém, reafirma “a unidade partidária” e reiterando seu compromisso “em defesa dos interesses da sociedade do Distrito Federal”.

A versão oficial para a ruptura de Celina com Rollemberg é a existência de mais de uma centena de cargos de confiança no ‘coração’ do governo, ocupados por representantes do PT, partido a que a presidente da Câmara sempre se posicionou como uma ferrenha adversária.

Fonte: Felipe Meirelles/Notibras

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui