CEOF aprova prestação de contas de Arruda e Agnelo

0
18

 

Na reunião ordinária da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), realizada nesta terça-feira (17), os deputados distritais aprovaram o Projeto de Lei n. 1.613/13, que altera a Lei Nº 3.822/2006, que institui a Política Distrital do Idoso, e o PROC Nº 20/2012, que encaminha prestação de contas anual do governador do Distrito Federal, relativa ao exercício de 2011.

Os membros da CEOF decidiram retirar da pauta do dia o Projeto de Lei Nº 211/2012, que dispõe sobre a isenção do pagamento de tarifas nos serviços de transporte público coletivo, para alunos do ensino médio e fundamental da rede pública de ensino do DF, e o Projeto de Lei Complementar Nº 09/2011, que altera dispositivo da Lei Complementar Nº 790/2008, que reorganiza e unifica o Regime Próprio de Previdência Social do Distrito Federal – RPPS/DF, para que os textos sejam revisados.

Três parlamentares aprovaram, com ressalvas, o PROC Nº 44/2009, que encaminha a prestação de Contas do governador do DF, relativas a 2008, gestão do ex-governador José Roberto Arruda.

washingtonMesquitaO deputado Washington Mesquita (foto)  reforçou que relatório apresentado pelo deputado Dr. Michel, em relação ao PROC Nº 44/2009, foi baseado no parecer técnico do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF). “O papel da CEOF é analisar o mérito do processo. E o parecer deve ser aprovado levando em conta as informações apresentadas pelo Tribunal, que levantou ressalvas que necessitam ser consideradas”, disse.

A líder de governo, deputada Arlete Sampaio, se absteve da votação do processo.

E também foi aprovado pelos deputados o PL Nº 1.574/2013, que dispõe sobre a alienação de bens imóveis do DF no âmbito da Política Habitacional de interesse social do Distrito Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui