CIÚMES E TRAIÇÕES PROVOCAM RACHA NO GRUPO DAS “MADALENAS ARREPENDIDAS”

0
8
No cafezinho, o distrital Júlio César e a secretária Leila do Vôlei fazem um pacto de que não vão abrir mão da mega estrutura pública que ambos possuem no governo Rollemberg.

A chamada “terceira via” em oposição ao governador Rodrigo Rollemberg, que reúne nove partidos, rachou em bandas nesta terça-feira (31/01), com a retirada dos partidos PRB, PSC, PRP, PHS e Podemos que juntos devem lançar o grupo denominado de “Frente Evangélica”, após o carnaval

Por Toni Duarte

Uma briga intestinal pela composição da chapa majoritária que definiria quem encabeça os principais lugares de governador, vice-governador e de senador na disputa eleitoral desse ano terminou enterrando de forma prematura o grupo liderado pelo PPS, PSD, PDT em oposição ao governador Rollemberg. Partidos como PRB, PSC, PRP , PHS e Podemos, estariam fora do grupo.

Uma fonte ligada ao PRB-DF , legenda que pertence a Igreja Universal do Reino de Deus, informou ao Radar que antes da criação do grupo liderado pelo senador Cristovam Buarque, o presidente do partido Wanderley Tavares, já tinha sido convidado pelo governador Rollemberg, para ocupar uma das vagas de senador na chapa que está sendo construída para disputar a reeleição.

Tanto é que o empresário Wanderley Tavares, optou por não comparecer ao encontro de lançamento do grupo ocorrido no último dia 23 de janeiro.

Procurado pelo Radar, Tavares confirma que o grupo que reúne PRB, PSC,PRP , PHS e Podemos, foi construído desde o ano passado e que têm o objetivo de dialogar com todas as vias, inclusive com a do governador Rodrigo Rollemberg,

O dirigente do PRB disse ainda que tal bloco tem apoio dos padres das igrejas católicas e dos pastores das igrejas evangélicas. Ele afirmou que o bloco não está interessado em lançar nomes para governador.

O que disse Wanderlei Tavares, revela que o PRB não tem nenhum interesse em abandonar o governo.

Isso ficou claro durante um encontro ocorrido ontem em um café da cidade entre o deputado distrital Júlio César e a secretária de Esportes, Leila do Vôlei, ambos do PRB.

A conversa entre os dois foi para descartar qualquer possibilidade de abrir mão da mega estrutura pública que ambos possuem para fazer a campanha, capaz de eleger o distrital em deputado federal e a secretária a deputada distrital em outubro desse ano.

Além da Secretaria de Esportes, Júlio César divide junto com Leila, as administrações regionais do Riacho Fundo II e Samambaia, além de outras centenas de cargos pulverizados por todo o governo.

O senador Cristovam Buarque, que se encontra de férias em Israel, que deve retornar a Brasília nesta quinta-feira, já teve a notícia da implosão do grupo batizado pelo deputado Alberto Fraga (DEM) de“madalenas arrependidas”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui