COLABORADOR RECEBEU DA LINKNET

0
10
Deu em O Globo

Colaborador de Arruda recebeu da Linknet

Planilhas indicam que jornalista convidado para secretaria ganhou R$ 185 mil

De Bernardo Mello Franco:

Planilhas anexadas ao inquérito da Operação Caixa de Pandora indicam que o jornalista Ademir Malavazi, convidado pelo governador José Roberto Arruda (ex-DEM) para assumir a Secretaria de Comunicação do Distrito Federal, teria recebido R$ 185 mil de uma empresa acusada de financiar o mensalão do DEM em Brasília.

Os documentos afirmam que ele foi um dos colaboradores da campanha de Arruda pagos com verba desviada de um contrato da Linknet com a Companhia de Planejamento do DF (Codeplan). Malavazi disse que é amigo de Arruda e que trabalhou de graça para ajudá-lo.

Em depoimento ao Ministério Público Federal, o ex-secretário de Relações Institucionais do DF Durval Barbosa acusou Arruda de se beneficiar de dinheiro desviado do contrato da Linknet para pagar as contas de seu escritório político, entre 2003 e 2006.

Os nomes de Malavazi e de outros quatro jornalistas aparecem em diversas planilhas de pagamento elaboradas por Durval e apreendidas pela PF. Malavazi teria recebido salário de R$ 5 mil durante 37 meses. Ao lado dos valores, aparece o nome da Linknet como fonte do dinheiro.

A última planilha, que registra a quantia que teria sido paga a cada colaborador, traz uma anotação à mão: “Pessoal da inteligência”. Em seu depoimento, Durval confirmou que os jornalistas teriam sido pagos com dinheiro do contrato da Codeplan.

“Essas últimas pessoas, chamadas de inteligência da campanha, eram todas pagas por meio do contrato da Codeplan com a Linknet”, afirmou o ex-secretário. Leia mais em O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui