CONFIRMADA A CASSAÇÃO DE MARCELO MIRANDA

0
9
O ex-pupilo de Siqueira Campos recebeu o troco. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou nesta terça-feira (8), por unanimidade, a cassação dos mandatos do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e de seu vice, Paulo Sidnei Antunes (PPS). Cassados no dia 26 de junho por abuso de poder político nas eleições de 2006, ambos terão que deixar o cargo imediatamente. O pai de Marcelo Miranda, o ex deputado estadual Brito Miranda, tentou a todo custo manter seu filho no cargo, mas ao longo do caminho cometeu erros terríveis. Brito Miranda está sendo investigado. Os ministros do TSE definiram que haverá nova eleição no Tocantins. Caberá à Justiça Eleitoral do estado convocar eleição indireta, a ser realizada pela Assembleia Legislativa. De acordo com as regras eleitorais, qualquer cidadão poderá se candidatar no novo pleito, mas o governador e vice cassados estão impedidos de concorrer. Enquanto a nova eleição não for realizada, o TSE determinou que seja dada posse imediata ao presidente da Assembleia Legislativa, Carlos Henrique Gaguim (PMDB). As acusações contra governador e vice foram feitas pelo segundo colocado nas eleições do estado em 2006, o ex-governador José Wilson Siqueira Campos (PSDB), que pretendia herdar o cargo. Entre as acusações estão a de promessa de vantagens a eleitores, preenchimento de cargos públicos de forma irregular, distribuição de bens custeados pelo serviço público, uso indevido de meios de comunicação e doações de 14 mil cheques-moradia. Já o deputado estadual Gaguim tem sido intensamente procurado por assessores de Marcelo Miranda, em busca de manter alguma coisa no Executivo. Mas pelo andar da carruagem, Marcelo Miranda perdeu o trono, a majestade e muito do que foi perdido, deve-se ao trabalho de seu pai, um político decadente que achava que poderia comprar tudo e a todos, e que não soube honrar compromissos, principalmente com o ex governador Siqueira Campos. A vida dá voltas, muitas voltas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui