Corregedor da CLDF recomenda arquivar processo de cassação de Liliane

0
9
Brasília (DF) 02/09/2015 - Na foto, Deputada Liliane Roriz e Claudio Abrantes no Tribunal de Contas do Distrito Federal durante a posse de Dr. Michel - Foto, Michael Melo

O corregedor da Câmara Legislativa, deputado Rafael Prudente (PMDB), recomendou o arquivamento do processo de cassação da colega Liliane Roriz (PTB). O parecer do peemedebista ainda será votado na Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da Casa.

A filha do ex-governador Joaquim Roriz é acusada de receber apartamentos em Águas Claras em um esquema de corrupção que envolve a concessão de um empréstimo de R$ 6,7 milhões do Banco de Brasília (BRB) à construtora WRJ Engenharia.Segundo as denúncias contra Liliane, seu pai, quando governava o Distrito Federal, teria facilitado a aquisição do empréstimo e recebido, em troca, 12 apartamentos em Águas Claras, que foram distribuídos entre as filhas Wesliane, Jaqueline e Liliane. A distrital nega, embora já tenha sido condenada em primeira instância pela Justiça do DF.

No parecer, Rafael Prudente argumenta que, exatamente pela condenação de Liliane ser em primeira instância, não poderia recomendar o prosseguimento da ação por improbidade, uma vez que “a legislação de regência determina que somente decisões de segunda instância têm o condão de estabelecer marco temporal em que é possível a execução de condenação de instância inferior”.

O pedido de cassação do mandato de Liliane foi uma iniciativa da ONG Adote um Distrital, que ingressou com a ação popular no início do ano.

Suzano Almeida/MetrópolesFonte: SUZANO ALMEIDA/METRÓPOLES

Aguarde mais informações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui