CPAC pede sanções ao governo Lula por flagrantes violações dos direitos humanos

Na quinta-feira, 14/03, Matt Schlapp, presidente do Conservative Political Action Conference, o maior e mais influente congresso de conservadores do mundo, publicou em suas redes e nas redes do CPAC, um comunicado oficial de união aos parlamentares brasileiros na denúncia da perseguição e censura contra opositores de Lula.

O mundo precisa saber o que está acontecendo no Brasil e as informações que nossos parlamentares e jornalistas estão trabalhando para levar há mais de um ano, desde novembro de 2022, quando Carla Zambelli e Paulo Figueiredo estiveram em Washington, até a comitiva desta semana, já estão se desdobrando em ações.

O comunicado ainda pontuou: “O CPAC pede ao governo Lula que liberte imediatamente os presos por processos políticos.” O presidente do CPAC, Matt Schlapp, declarou: “Também apelamos à administração Biden para impor sanções ao governo brasileiro pelas flagrantes violações dos direitos humanos contra o seu próprio povo. A CPAC não ficará de braços cruzados. Plantamos nossa bandeira no Brasil, organizando conferências do CPAC e espalhando a mensagem de liberdade, valores conservadores e direitos humanos básicos para todas as pessoas. Iremos reagir enquanto os conservadores de ambos os países são silenciados e processados ​​por se manifestarem”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui