CPI VAI OUVIR EX-SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO NESTA SEGUNDA

14
10

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Pró-DF, criada para investigar irregularidades na execução dos programas do GDF de apoio ao empreendimento produtivo, se reuniu pela primeira vez na manhã desta quinta-feira (19). Entre as deliberações está a convocação do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, José Moacir Vieira, e do subsecretário da pasta, Laerte Santos, para prestar informações à comissão já na segunda-feira (23/5), a partir das 14h.

“Esses depoimentos serão o ponto de partida da CPI, para conhecermos o panorama da situação e os indícios de irregularidades”, explicou a presidente da comissão, deputada Eliana Pedrosa (DEM).

O ex-secretário Moacir Vieira deixou o comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) no final de março por conta de ameaças e, em reportagem da revista IstoÉ, o subsecretário Laerte Santos declarou que “quase todos os projetos não seguiram os trâmites legais”. “Queremos começar a investigação com o que foi detectado de errado”, concluiu a democrata.

Indicado para a relatoria dos trabalhos da CPI, o deputado Aylton Gomes (PR) agradeceu a confiança: “Estou preparado para embates e questionamentos e pronto para dar uma resposta à sociedade”. O deputado está em seu segundo mandato na Casa e disse transitar bem entre os demais parlamentares.

Além das primeiras convocações, a CPI também aprovou o envio de questionamento ao deputado federal Izalci Lucas e pedidos de informações para a SDE sobre incentivos fiscais, de crédito, de infra-estrutura e de apoio à preservação ambiental.

As reuniões ordinárias da CPI do Pró-DF serão sempre nas segundas, às 14h. Para auxiliar os trabalhos de investigação, a comissão vai requisitar servidores do Ministério Público; do Tribunal de Contas do DF; da Terracap; das procuradorias do GDF e da CLDF e das secretarias de Transparência, da Fazenda e de Desenvolvimento Econômico. Segundo a presidente da comissão, a OAB também será convidada, “para acompanhar a lisura do processo”.

Insatisfação – Os três deputados presentes na reunião desta manhã – Aylton Gomes, Eliana Pedrosa e Olair Francisco (PTdoB) – reclamaram de declarações sobre a CPI feitas pelo colega Chico Leite (PT) à imprensa.

“Se toda vez que eu for derrotado nesta Casa, eu considerar o outro um inimigo, estou no lugar errado”, respondeu o relator da comissão, Aylton Gomes.

Pedrosa disse que vai interpelar judicialmente o petista. “Se ele está tentando desqualificar a CPI antes do início do trabalho, é porque alguma coisa o preocupa”, retrucou. “As oitivas podem acontecer com a presença de apenas dois membros, do presidente e do relator, a CPI não vai parar”, garantiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui