Cristalina Polícia Federal investiga gestão previdenciária de Carlos Attié

0
13

O prefeito de Cristalina, Luiz Carlos Attié (PSD), está no olho do furacão. A Operação Mi­queias, da Polícia Federal, investiga a participação de uma prima do pessedista, Rosimaire Attié, gestora do Funcristal — fundo de previdência da Pre­feitura de Cristalina —, e de José Carlos Andrade, integrante do comitê financeiro, num suposto esquema de desvio de dinheiro público. Diz o relatório da PF: “As cotas da Adinvest Top Fi RF adquiridas por R$ 6.000.000,00 em maio de 2012 pelo Funcristal valiam, em junho de 2013, apenas R$ 4.968.198,32, segundo informação disponibilizada pela CVM, configurando um prejuízo patrimonial de R$ 1.031.801,68”. As informações são do Jornal Opção, Goiânia.

Segundo a Polícia Federal, “as duas aplicações no fundo Elo Fi Renda Fixa feitas em julho e setembro de 2012 que totalizavam R$ 2.682.000,50 valiam apenas R$ 1.954.068,35, totalizando uma perda de R$ 727.932,15. Além disso, ainda foram contabilizados prejuízos em razão dos pedidos de resgate feitos aos administradores dos aludidos fundos, ante a cobrança implícita de uma taxa de carência sobre o valor a ser reembolsado. É importante salientar que durante todo o período que foram realizadas tais aplicações, a empresa de consultoria financeira que assessorava o Funcristal era a Performance Consultoria, que tinha como responsável ninguém menos do que a ‘pastinha’ Fernanda Cardoso, membro da organização criminosa investigada. Ademais, todas as aplicações efetuadas foram autorizadas por Rosimaire Attié e José Carlos de Andrade, respectivamente gestora do Funcristal e membro do Comitê financeiro”.

Na semana passada, segundo um aliado, Luiz Carlos Attié teria dito que não teme a Polícia Federal. Ele estaria desafiando a PF a investigar e revirar sua vida de ponta-cabeça. A suposta arrogância do prefeito tem a ver com o fato de pertencer à base da presidente Dilma Rousseff. O pessedista estaria se sentindo protegido. Mas tentar humilhar policiais, sejam federais ou não, nunca foi uma política inteligente.

 

 

 

Fonte: Estação da Notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui