Debate – RORIZ NA OAB/DF

0
11

Candidato acredita que, apesar da decisão do TRE-DF, o Supremo fará prevalecer a vontade das urnas.

Roriz vai ganhar no primeiro turno e a Justiça vai assegurar a vontade das urnas. A previsão é do próprio candidato a governador Joaquim Roriz (PSC 20) ao participar de debate nesta terça-feira (24) na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF). Confiante, Roriz lembrou que em 1990, quando se candidatou pela primeira vez ao Palácio do Buriti, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) também impugnou sua candidatura. Faltando poucos dias para a votação, o Supremo Tribunal Federal (STF) permitiu que ele continuasse na disputa e Roriz venceu o pleito. “Sempre encontrei dificuldades, nunca nada foi fácil para mim, mas confio plenamente na Justiça do meu país”, enfatizou Roriz.

O candidato da coligação “Esperança Renovada” acrescentou que, em momento algum, a decisão do TRE–DF abalou sua disposição de continuar na disputa. “A cada dia que faço campanha me sinto mais encorajado”, revelou. Ele disse acreditar em pesquisa de opinião, especialmente quando todos os institutos apontam que vencerá a eleição ainda no primeiro turno. “A fotografia desse cenário é que hoje estou com 300 mil votos na frente do adversário”, contabilizou Roriz, que espera pelo menos dobrar esse número até o dia 3 de outubro. “Estou confiante”, admitiu.

Roriz também falou dos planos que tem para o seu próximo governo.  Disse que Brasília ainda sente os efeitos da crise política que abalou a capital do país, desorganizando as instituições. Para reorganizar o Estado ele revelou que pretende contar com a ajuda da OAB-DF para tomar decisões amparadas pela Constituição brasileira. “A OAB é uma instituição que tem credibilidade”, acredita.

Roriz falou ainda sobre os seguintes temas:

Saúde – “O que ocorre hoje nos hospitais públicos é uma desumanidade. Pobre é gente como a gente. Não acho que o problema da saúde pública no DF seja a falta de recursos. É um problema de gestão”, afirmou. Ele disse que contará com o médico Jofran Frejat, seu candidato a vice, para fazer com que a saúde do DF volte a ser exemplo para o país.

Drogas – Roriz anunciou que vai fortalecer os órgãos de segurança para combater o tráfico de drogas, mas também pretende implantar políticas públicas para atender e tratar os dependentes químicos em centros especializados, que estarão vinculados à Secretaria de Saúde.

Transporte – Roriz disse que pretende criar estacionamentos subterrâneos na Esplanada dos Ministérios para melhorar o trânsito na mais importante via da capital. “Poderemos construir uma cidade subterrânea, vamos lutar por isso. Se o governo não tiver condições, há investidores interessados”, afirmou.

Educação – Implantar o projeto “Escola em Tempo Integral” será uma das principais ações no setor de Educação.  Disse ainda que vai adotar políticas de valorização dos professores e levar internet a todas as casas das comunidades mais humildes.

Servidores – Recuperar direitos que os servidores públicos perderam nos últimos quatro anos é um dos compromissos com a categoria. Ele também garantiu: “Vou cuidar para que o professor e o médico tenham um salário digno”.

Direitos Humanos – Na presença do presidente da OAB-DF, Francisco Caputo, Roriz assinou um “Termo de Compromisso pela Vida, pelo Fim da Violência Contra a Mulher e pelo Combate à Pedofilia”. O procurador regional da República no DF, Guilherme Zanina Schelb, explicou que a coleta de assinatura ao documento objetiva fazer com que os candidatos se comprometam com a defesa da “dignidade da pessoa humana”.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui