DEBATES SOBRE REGULARIZAÇÃO DAS TERRAS RURAIS REÚNEM MAIS DE 600 PRODUTORES NA CÂMARA

2
6

 

Debates sobre regularização das terras rurais reúnem mais de 600 produtores na Câmara Produtores exigem “Titulação Já” (Foto: Rinaldo Morelli/CLDF)

A audiência pública proposta pelo deputado Joe Valle (PSB) e em realização no auditório da Casa reuniu mais de 600 produtores rurais, na manhã desta terça-feira (15), para debater a situação atual das terras rurais do DF e reclamarem sua titularização. Para dar cor local ao evento, cinco animais da raça zebu, com arreios coloridos, foram postados em frente ao auditório.

Na abertura dos trabalhos, Joe Valle – que também é produtor rural – lembrou que os agricultores estão há muito tempo nessa luta pela titularização das terras, mas que há, agora, uma rede de pessoas com vontade de fazer com que isso aconteça, entre eles o próprio governador Agnelo e seu vice, Tadeu Filippelli, e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Geraldo Magela.

Valle disse que também a Casa está apoiando integralmente os pleitos dos produtores rurais, como o demonstra a aprovação unânime, pelos deputados, dos requerimentos para a realização da audiência pública e criação da Frente Parlamentar de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar do DF, de sua iniciativa, a ser votado na próxima semana.

O possível e o impossível – O deputado Dr. Michel (PSL) confirmou esse apoio, esclarecendo que entende as dificuldades dos produtores rurais, decorrentes da falta de titularização das terras. Além da regularização, ele garantiu ser preciso levar segurança ao campo, o que motivou o Projeto do Batalhão Rural, de sua autoria. É preciso fazer não só o possível, mas também o impossível pela causa, disse. 

O deputado Benedito Domingos (PP) lembrou que é do tempo do ferro de brasa, do carro de boi, do pilão e do roceiro, mas foi o produtor quem ajudou a criar boa parte da riqueza do país. Domingos defendeu também mudanças no modo de calcular o valor das áreas, excluindo aquelas que não podem ser utilizadas para a produção, como as matas ciliares.

“Essa é uma das lutas mais sagradas do país”, afirmou a deputada Luzia de Paula (PPS), observando que, apesar disso, a batalha de levar alimentos à mesa sem ter o documento da terra ainda passa despercebida. O deputado Raad Massouh (DEM) afirmou que conhece bem isso, e que a palavra de ordem para mudar a situação é “Titularidade Já”, frase lida nos muitos cartazes levantados no auditório.

Fonte: CLDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui