DEM RECUA E DESISTE DE CONCORRER ÀS ELEIÇÕES INDIRETAS

0
9

CAIXA DE PANDORA » DEM recua e desiste de concorrer às eleições indiretas

Samanta Sallum

Adelmir Santana: ex-partido de Arruda não terá candidato - (Carlos Moura/CB/D.A Press - 18/11/09 )
Adelmir Santana: ex-partido de Arruda não terá candidato

Depois de iniciar uma ofensiva para recuperar o espaço político no DF, perdido com as denúncias da Operação Caixa de Pandora, o DEM recuou ontem. Mudou o discurso, numa reviravolta estratégica para não se ver envolvido em nova crise interna. Na semana passada, a executiva regional foi recomposta pela direção nacional, após ter sofrido uma dissolução em meio ao escândalo no GDF, já que o ex-governador José Roberto Arruda era do partido e o vice Paulo Octavio ainda era o presidente regional da legenda. O DEM-DF, com nova direção, lançou anteontem Osório Adriano como candidato à eleição indireta para governador. No entanto, retirou a pré-candidatura ao decidir não registrar chapa alguma.

Até as 16h de ontem, a candidatura de Osório Adriano tentava sobreviver. Mas não resistiu à pressão interna, que veio inclusive da executiva nacional. Oficialmente, o DEM informou que a decisão partiu do próprio Osório Adriano, por avaliar que o cenário não era favorável a ele. Adriano esbarrou em resistência interna. O deputado federal Alberto Fraga lhe fez oposição e reclamou à direção nacional do partido que tinha sido preterido, já que ele tem a maior votação do partido no DF hoje. Em reunião ontem à tarde, o DEM-DF preferiu assumir novo discurso, agora de afastamento do processo eleitoral que vai escolher indiretamente o governador. “Não queremos dar continuidade a nenhuma gestão que veio do governo Arruda. Não queremos esse cargo agora. Temos de pensar nas eleições é de outubro”, explicou o presidente regional do DEM, Adelmir Santana.

Os três deputados distritais do DEM — Paulo Roriz, Eliana Pedrosa e Raad Massouh — agora terão o voto disputado pelas 10 chapas inscritas. “Agora, sigo voo próprio. Votarei em quem me deixar com a consciência tranquila. Meu compromisso era apoiar um candidato do DEM. Já que não temos, me sinto livre para fazer minha escolha”, disse Massouh. (SS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui