DEMORA DO STF EM DECIDIR SOBRE IMPOSTO SINDICAL ENGORDA CAIXA DAS CENTRAIS

0
8

Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) não decide se as centrais sindicais têm direito de receber parte da arrecadação com o imposto sindical obrigatório, o caixa dessas entidades engordam pela segunda vez consecutiva: foram R$ 84,3 milhões em 2010, quantia superior à recebida no ano passado, de R$ 80,9 milhões, quando passaram a ter direito ao rateio.

É o que mostra reportagem de Geralda Doca, publicada na edição deste domingo do jornal O GLOBO.

O valor referente ao bolo do tributo em 2010 foi pago pela Caixa Econômica Federal, responsável pelo recolhimento, há duas semanas. Os sindicatos, que ficam com a maior fatia, levaram R$ 917,3 milhões, e o restante foi dividido entre confederações e federações – de trabalhadores e patronais – e governo.

Ao todo, a contribuição obrigatória gerou receita de R$ 1,68 bilhão em 2010, do qual resta pagar só R$ 31,6 milhões. O tributo, descontado no salário dos trabalhadores em março, é recolhido até 30 de abril. O banco tem 40 dias úteis para efetuar o pagamento aos sindicatos e ao governo.

Leia mais em o globo: Demora do STF em decidir sobre imposto sindical engorda caixa das centrais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui