Descaso na Secretaria de Educação

3
8

A Secretaria de Educação do DF quer continuar com um contrato emergencial e suspeito com as empresas que prestam serviços de transportes de escolares no DF. São ônibus velhos e sucateados. Enquanto isso, os ônibus novos que estão no pátio da TCB, e que são realmente da Secretaria de Educação, ficam parados por negligência dos gestores que não assinam o contrato com a Empresa EPS que ganhou a licitação para gerir a frota, conforme publicação no DODF em 12/02/2015 que torna público. Confira:
“SOCIEDADE DE TRANSPORTES COLETIVOS DE BRASÍLIA

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015

VALIDADE ATÉ 09/02/2016

Entidade Gerenciadora: Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília – LTDA – TCB. Contratada: EPS ENGENHARIA, PROJETOS E SERVIÇOS LTDA, inscrita no CNPJ sob o nº 06.069.286/0001-48. Assinatura: 10/02/2015. Objeto da ARP: Prestação de serviços de operação e manutenção de frota de ônibus escolar gerenciados pela Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília LTDA – TCB conforme condições e especificações técnicas mínimas do edital e seus anexos, bem como da proposta da contratada. Modalidade: Pregão Presencial nº 02/2014. Vigência: 12 (doze) meses. Valor registrado: 21.014.798,18 (vinte e um milhões quatorze mil setecentos e noventa e oito reais e dezoito centavos). Signatários: Pela TCB: Jean Marcel Fernandes – Diretor Presidente e Roberto Medeiros Santos – Diretor Administrativo e Financeiro, e pela Contratada o procurador: Manoel Machado Filho. ”

Contudo, os profissionais capacitados que transportavam os alunos, inclusive deficientes, foram dispensados e sofrem o martírio do desemprego e a angústia desse impasse.

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui