DF DEU R$430 MILHÕES A EMPRESAS DE DEPUTADOS

0
9
deu na folha de s.paulo

DF deu R$ 430 mi a empresas de deputados

Aliados de Arruda que vão atuar em comissões para investigar o mensalão do DEM firmaram contratos com o governo

Repasses favoreceram três governistas: Eliana Pedrosa, Cristiano Araújo e Wigberto Tartuce, que terão assentos na CCJ e na CPI sobre o caso

Deputados que julgarão os pedidos de impeachment contra o governador José Roberto Arruda (ex-DEM, sem partido) receberam por meio de empresas das quais são sócios cerca de R$ 430 milhões do governo do Distrito Federal desde 2007.

Os contratos foram firmados com empresas das famílias dos deputados Eliana Pedrosa (DEM) e Cristiano Araújo (PTB), da base aliada de Arruda. O suplente Wigberto Tartuce (PMDB), que votará no impeachment, também recebeu dinheiro para sua rádio.

A primeira etapa do julgamento do impeachment contra Arruda na Câmara Legislativa do DF é na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Cristiano Araújo, aliado do governador, deve ficar com a presidência da CCJ.

A Fiança, empresa dos pais do deputado, recebeu da secretaria de Planejamento R$ 218 milhões desde o início do governo, sem licitação. Os dados são do sistema de gestão orçamentária do governo do DF. Assinante do jornal leia mais em: DF deu R$ 430 mi a empresas de deputados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui