DF não vai ficar ‘refém do medo’, diz Agnelo ao criticar operação tartaruga

3
5

 

A Polícia Militar tem todo direito de reivindicar, o que eles não tem direito é de colocar em risco a vida da população. O GDF vai tomar todas as medidas necessárias para que Brasília não se torne refém do medo.

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, criticou na manhã desta quinta-feira (30)  a postura dos policiais militares que realizam operação tartaruga. “A Polícia Militar tem todo o direito de reivindicar, o que eles não têm direito é de colocar em risco a vida da população. O GDF vai tomar todas as medidas necessárias para que Brasília não se torne refém do medo”, afirmou.

 

A declaração foi dada durante a inauguração da duplicação de 1,5 quilômetro da DF-451. De acordo com o secretário de Comunicação, André Duda, as recentes notícias de violência, incluindo a morte de um homem em frente ao prédio dele, em Águas Claras, em uma tentativa de assalto, motivaram o comentário. Leia mais

Fonte: Portal G1 DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui