DIA DO HEMOFÍLICO, “COMEMORAR” O QUÊ?

8
7

A secretaria de Saúde do Distrito Federal informou em Nota (leia abaixo)  que dia 17 de abril será comemorado o Dia Internacional da Hemofilia com o lançamento de um “Pacote de boas ações”,  dentre elas boas promessas…

Em nenhum momento refere-se ao tratamento profilático, ponto controverso da relação entre hemofílicos e o Governo,  tão necessário e perseguido pela comunidade que sofre com os desmandos do “Novo Caminho”.

A reforma e o aquecimento da piscina é uma boa promessa  que,  tomara, se transforme em uma boa ação.  Em funcionamento há mais de dez anos, sempre foi uma reivindicação dos pacientes do Hospital de Apoio, mas será que a Secretaria sabe que há um professor de Educação Física, hemofílico perfeito, que é servidor do GDF e já faz o trabalho de auxílio na recuperação dos pacientes  de forma voluntária?

Comitês e Fóruns não conseguiram impedir que Danrley Kaique da Silva (foto), hemofílico, viesse a falecer em 01/03/2011 aos 06 anos de idade, vítima de um atropelamento em Mariana – MG, quando os médicos que o atenderam, por desconhecer o tratamento profilático da Hemofilia, não lhe aplicaram o “ Concentrado de fator VIII”, que seria a única maneira de estancar o sangramento cerebral , evitando a morte por hemorragia no cérebro,  e caso fosse infundido em sua veia, hoje ele estaria aqui conosco. Quantos Danrleys ainda veremos sucumbir antes que o “Novo Caminho” os encontre? Confira a nota:

Secretaria de Saúde lança pacote de boas ações para os portadores de coagulopatias
(14/04/2011 – 19:34)

O dia 17 de abril foi escolhido como o Dia Internacional da Hemofilia para celebrar o nascimento do fundador da Federação Mundial de Hemofilia, Frank Schnabel. Para comemorar a data, a Secretaria de Saúde lança um “pacote” de boas ações incluindo diversas ações para melhorar o atendimento, o tratamento e toda a assistência proporcionada pela rede pública do Distrito Federal aos hemofílicos.

Entre as ações, destacam-se a reforma da piscina do Hospital de Apoio de Brasília, utilizada para hidroterapia, incluindo o aquecimento por meio de energia solar e a disponibilização de um professor de educação física junto à Secretaria de Educação para auxiliar na recuperação dos pacientes.

Adicionalmente, será publicada uma portaria que irá constituir um comitê técnico para elaborar o protocolo de atendimento, que será submetido à consulta pública com a participação da comunidade científica e das associações de portadores de hemofilia e outras coagulopatias. Após essa consulta, será realizado um Fórum Científico para validar o protocolo e o material será publicado no sítio eletrônico da Secretaria.
André Brito Ascom SES/DF

Fonte: Blog do Sombra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui