Dia do Homem é comemorado com saúde pública

0
26

Nesta segunda-feira (15), é comemorado o Dia do Homem, data criada com objetivo de reforçar os cuidados com a saúde, em decorrência da dificuldade no autocuidado.

A Área Técnica de Saúde do Homem do Ministério da Saúde instituiu a Política Nacional de Atenção Integral a Saúde do Homem no ano de 2009, objetivando e facilitar o acesso, promover a saúde e prevenir os agravos da população masculina na faixa etária de 20 a 59 anos, e assim reduzir a morbimortalidade dessa população.

rafaelbarbosa5De acordo com o secretário de saúde do DF, Rafael Barbosa, a SES/DF, em consonância com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, vem implantando gradativamente serviços voltados a população masculina. “A implantação de serviços específicos para a população masculina visa reverter o atual quadro de pouca procura por parte dos homens aos serviços de saúde”, afirmou.

Para a coordenadora do Núcleo da Saúde do Homem, Laurez Ferreira Vilela, ainda hoje encontramos homens modernos que têm dificuldade de procurar assistência médica. “Geralmente quando procuram já estão com a saúde comprometida. Muitos têm medo de encontrar doenças e outros alegam falta de tempo para cuidar da saúde, também acreditam que vão melhorar”, afirmou.

Laurez Vilela, relata, ainda, que os aspectos culturais relacionados a masculinidade dificultam o acesso aos serviços de saúde e ao autocuidado, pois historicamente o homem é socializado para defender a prole, ser provedor, dominador, competir, vencer, enfrentar riscos e superá-los.

O Ministério da Saúde revela que de cada cinco pessoas que morrem aos 20 a 30 anos, quatro são homens. Eles vivem em média sete anos a menos do que as mulheres e têm maior incidência de doenças do coração, câncer, diabetes, obesidade, dislipidemia e pressão arterial mais elevada.

A principal causa de morte é a violência (homicídios, acidente de transporte terrestre e suicídio) e em segundo, as doenças do aparelho circulatório (AVC) e em terceiro os cânceres (brônquios, pulmão, estômago e fígado).

Segundo dados estatísticos do IBGE de 2012, a população de homens na faixa etária dos 20 a 50 anos, é de 748.060 correspondendo a 28,27 do total da população do DF.

Atendimento

Atualmente, o atendimento à saúde do homem na atenção primária na SES, é realizado no Centro de Saúde nº 3 de Sobradinho II e nos Centros de Saúde nº 6 e nº 8 da Ceilândia no terceiro turno de 18h as 22h, exclusivo para homens. Em Taguatinga, foi inaugurada recentemente, na Unidade Mista de Saúde, uma sala voltada exclusiva para o atendimento do homem, que funcionará de segunda a sexta-feira.

No DF, a cada ano, são diagnosticados 529 casos novos de câncer de próstata. O Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) disponibiliza tratamento e cirurgia.

Para o urologista, Anderson Abud, o câncer de próstata, comparado com outros tumores, tem um índice de mortalidade relativamente baixo. “O câncer de próstata tem uma demora em sua evolução e por isso é importante a prevenção para evitar um diagnóstico tardio. A prevenção é a partir dos 50 anos, se não houver histórico na família, caso exista, é a partir dos 40 anos”.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Saúde do Homem, Laurez Ferreira Vilela, a importância de elaborar ações de promoção à saúde e prevenção de agravos para sensibilizar o autocuidado, o diagnóstico e tratamento precoce são fatores que contribuem a identificar as principais patologias que afetam a saúde do homem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui