DILMA AGORA QUER UM TÉCNICO, VIU AGNELO…???

8
8

A presidente Dilma Rousseff não quer que se repitam no seu “quintal” logístico, o Distrito Federal, os mesmos malfeitos que paralisaram a Capital da República na era de José Roberto Arruda, e tiveram continuidade nos oito meses de Rogério Rosso.

Durona, implacável com o mau uso dos recursos públicos, Dilma não tolerará que um governo para o qual destina os maiores recursos federativos de transferências voluntárias seja palco de disputa entre partidos e suas facções com interesses eleitorais para a manipulação dessas gigantescas verbas.

Luiz Pitiman, como secretário de Obras, vinha fazendo uso político visivel desse privilégio, do qual somente o Distrito Federal desfruta na Federação em seu montante.

Obsessivo e ousado, Pitiman queria ser tudo, senador ou governador em 2014, e passou a executar um plano frio e objetivo, começando por trair seu padrinho político, o vice-governador Tadeu Filippelli.

Pessoas próximas a Dilma, e que fizeram essas avaliações, situam sua atual batalha contra a corupção, destruindo um esquema que há anos se aproveitava do Ministério dos Transportes, como evidência de que não suportará ver um flanco podre instalado nas suas costas – Brasília,  e logo no governo de um quadro do PT, em nome de disputas eleitorais prematuros.

O comportamento de Dilma nesta atual crise federal, preferindo técnicos para compor a estrutura do Mnistério dos Transportes, é indicativo de que soaria muito bem junto a Dilma se Agnelo seguisse o mesmo critério, indicando um técnico para a Secretaria de Obras, em vez de alimentar um rodízio entre politicos da base, cujo efeito será o comprometimento da gestão e a a perda de eficiência num setor vital para o bom uso das verbas públicas federais transferidas para cá.

Fonte: Blog do José Seabra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui