“DILMA É PÁGINA VIRADA”, AFIRMA O DEPUTADO SÓSTENES

0
17

EM ENTREVISTA AO DP, SÓSTENES DIZ NÃO HAVER CHANCE DE RETORNO
dep sostenes cavalcante by zeca ribeiro(1)

 

 

 

 

DEPUTADO É LEMBRADO POR TER DISTRIBUÍDO PÃO COM MORTADELA NO PLENÁRIO DA CÂMARA. FOTO: ZECA RIBEIRO/CÂMARA

Deputado de primeiro mandato, pastor de igreja evangélica no Rio de Janeiro, o deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) é ferrenho crítico do PT e da presidente afastada Dilma Rousseff. Ele acredita que Dilma tem “zero chances” de voltar e que o processo de impeachment é fato consumado.
Na Câmara dos Deputados foi responsável por distribuir pão com mortadela no plenário, em 31 de março, em uma provocação aos apoiadores da presidente afastada que são acusados de receber o alimento em troca da participação nas manifestações.

O deputado recebeu o Diário do Poder em seu gabinete, no Anexo IV, para uma entrevista exclusiva. O parlamentar criticou o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), falou sobre os bastidores para a sucessão, preconceito religioso e as Olimpíadas no Rio, estado que o elegeu. Confira:

O senhor acha que a presidente afastada Dilma Rousseff volta ao poder?
Sem chance. Nao tenho dúvidas de que lá (no Senado) vão ter, no mínimo, 59 votos. Entre 59 e 60 (contra Dilma). Eu estive lá ontem conversando com alguns senadores, como Magno Malta (PR-ES). O quadro é irreversível. Mesmo que tudo dê errado no Governo Temer. Por exemplo, se tiver algumas delações mais graves, a volta da Dilma é descartada. É impeachment consumado daqui pra frente. Dilma é página virada.

Qual é a nova página desse livro? O Cunha?
O Cunha eu acho que vai ter que ter os trâmites normais e estão fazendo todos, mas também acho que o quadro dele é irreversível. Lamentavelmente, no plenário não vejo muita chance. Acho que ele terá muito menos votos do que ele precisa. É inevitável.

O que achou do voto da deputada Tia Eron (PRB-BA) pela cassação de Cunha?
Não fiquei surpreso com o voto, mas sim como parte da mídia tentou colocar ela como a única responsável pela cassação. Acho isso injusto com ela e a história dela. Se ele fosse absolvido seriam 11 contra 10, e os outros 10, quem são? Por que só ela? Acho que isso teve mais um viés de parte de pessoas com preconceito religioso do que qualquer outro viés. E vale-se dizer que às vezes fico muito assustado quando vejo parte da imprensa quando algum deputado evangélico é pego com prática de corrupção ou algo ilícito sempre se destaca “deputado evangélico”. Eu não vejo essa mesma prática com deputados católicos, ateus, espíritas. E não há um corporativismo religioso como alguns querem destacar, pois o relator que pediu a cassação de Cunha, Marcos Rogério (DEM-RO), é da mesma igreja que ele.

E existe esse preconceito religioso entre os deputados?
Eu acho que já diminuiu muito. Eu vivi a época em que o evangelho era menos do que somos hoje. Já devemos passar de 30% da população atualmente, mas ainda somos minoria. Quando eu era criança existia muito mais, hoje bem menos, e isso reflete na Casa. Pode até que tenha um ou outro deputado que queira se aproveitar disso, mas estamos suficiente amadurecidos para não se deixar levar.

Os partidos estão se unindo para tirar Waldir Maranhão (PP-MA) da presidência da Câmara? Quais os mais cotados para assumir?
Lamentavelmente… Maranhão, com todo respeito, não me sinto representado nem presidido por ele em nenhum momento. Não tem legitimidade. Sou deputado de primeiro mandato, votei nele porque era uma chapa que eu conhecia a capacidade regimental e política do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mas não conhecia a ausência de habilidade política de Maranhão. Confesso que votei errado, mas não tem as mínimas condições de presidir essa Casa. Quando for sacramentada a cassação de Cunha vamos ter que eleger novo presidente até o fim do ano.

Quais nomes?
Ah.. Falam em Jovair Arantes (PTB-GO), Rogério Rosso (PSD-DF)… O bom candidato é o que fala que não quer. Acho que por ser de primeiro mandato, a Casa valoriza muito a experiência, então o Rosso, que está no primeiro, tem desvantagem. Mas sem dúvida nenhuma PSDB, PMDB, DEM, que não fazem parte do “centrão”, estão buscando algum nome. Acho o Esperidião Amin (PP-SC) um bom nome e não está fazendo campanha.

Como deputado do Rio de Janeiro que é, qual sua expectativa sobre as Olimpíadas e as obras que ainda não foram entregues?
Não acredito que todas as obras estarão ok. Algumas terão dificuldades. A grande expectativa de todos é a linha 4 do metrô, que anunciaram a inauguração para 1 de agosto, sendo que os jogos começam dia 5. Eu tenho alguns questionamentos sobre o VLT, acho que aquilo é obra pra turista, não pra quem mora no Rio. A velocidade, ao invés de trazer agilidade, vai levar morosidade. Preciso ver a eficiência, porque ainda não me convence. Acho que a Olimpíada vai funcionar bem, só tenho preocupação com a segurança em relação a atentado e terrorismo, pois a grande massa mundial estará aqui.

 

 

Fonte  Diario do Poder

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui