Diretor do Sintsprevs-PI detona general Ricardo Figueredo

0
131

Como se não bastasse a redução de meio milhão de segurados assistidos pela GEAP Saúde porque não conseguiram mais manter o plano, eis que Bolsonaro anuncia um reajuste de 12,54% a partir de fevereiro para aqueles que continuam acreditando no plano.

No Piauí, o diretor do Sintsprevs-PI e Conselheiro de Saúde, José Inácio Schuck, “essa atitude escancara em definitivo o descompromisso do governo com os planos de saúde públicos. Quem vem ganhando cada vez mais com esse esvaziamento da GEAP, são os planos privados de saúde”.

Shuck condena diretamente a atitude do atual comandante da GEAP. “Essa estratégia é tão cruel que o general Ricardo Figueredo, que é hoje diretor da GEAP e que ganha um salário de R$ 35 mil, ainda tem a cara de pau de comemorar a sua gestão com superavit de R$ 35 milhões, às custas dos aumentos exorbitantes que vem provocando a saída em massa do plano de milhares de assistidos”.

Ricardo e sua turma conseguem enganar o Palácio do Planalto, mas não conseguem enganar a realidade dos fatos de pessoas que estão pagando um alto preço na GEAP.

Até quando, presidente Jair Bolsonaro, o senhor continuará abrigando amigos e negligenciando o que de fato ocorre na GEAP? Omissão é crime!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui