Distritais anunciam trancamento da pauta de votações até o governo abrir diálogo com moradores de condomínios

0
21

 

 

Dez deputados distritais anunciaram na Audiência Pública que discutiu a derrubada de moradias no Distrito Federal, nesta segunda-feira (26), que irão trancar a pauta de votações da Câmara Legislativa até que o governador Rodrigo Rollemberg retomar o diálogo com moradores de condomínios irregulares.

A proposta para barrar as votações foi apresentada por vários representantes dos moradores ameaçados com derrubadas pela Agefis. Mais de 500 pessoas lotaram o auditório da Câmara Legislativa e fizeram duras críticas as ações do governo.

A Audiência Pública foi proposta pelos deputados Rafael Prudente e Telma Rufino. Rafael afirmou que o governador deve priorizar a regularização dos condomínios e pediu a abertura do diálogo, a suspensão imediata das derrubadas, o envio do projeto da Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos) ao Legislativo, a prisão dos grileiros e ações preventivas para evitar novas ocupações irregulares.

“Nós não votaremos nada do poder executivo até que o governador chame os moradores para um diálogo franco e aberto, não essa roda de conversa fiada que ele costuma fazer”, disse Rafael Prudente do PMDB.

O deputado também vai exigir do governo que agilize o processo de regularização e as vendas diretas dos imóveis da TERRACAP.

“O que nós queremos é o repeito a sociedade, o que nós queremos é assegurar o direito a moradias as pessoas”, afirmou Rafael.

Além dos deputados distritais e representantes de moradores, a audiência pública contou também com a participação de Adair Siqueira de Queiroz Filho, da OAB/DF; Tiago Pimentel, procurador chefe do Meio Ambiente da Procuradoria Geral do DF; Sidarta Costa, procurador federal da Advocacia Geral da União, Flávio Luiz Souza de Oliveira, gerente de alienação da Codhab, do deputado federal Izalci Lucas do PSDB e do senador Hélio José do PMDB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui