Distritais voltam a condenar derrubadas da Agefis

0
22

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (30), o deputado Wasny de Roure (PT) manifestou-se contrário à derrubada de casas em condomínios em diversas áreas do Distrito Federal. O deputado fez questão de lembrar de um vídeo gravado na campanha de 2014, que circula nas redes sociais, em que Rodrigo Rollemberg garante que seu governo não irá derrubar casas e sim regularizá-las. “O vídeo citado foi gravado no condomínio Estância Quintas do Alvorada, onde agora o governador está promovendo as derrubadas”, observou Wasny.

O distrital pediu apoio da nova Mesa Diretora, afirmando que é necessário a intervenção da CLDF em defesa do povo, e cobrou dialogo entre Legislativo e governo para acalmar o cenário de tensão das últimas semanas devido às derrubadas. “Essa Casa também precisa dialogar com o Ministério Público para ver o que é possível ser construído de solução e para que o GDF não continue a agir só como demolidor, mas também como construtor”, indagou o distrital.

Segundo o deputado Rodrigo Delmasso (PTN), a solução tanto para os conflitos nos condomínios quanto para a crise financeira do DF é dar agilidade ao processo de regularização fundiária. Delmasso acredita que a arrecadação de impostos oriunda da regularização dos condomínios vai gerar recursos para os cofres do DF. Além do mais, a regularização impede que mais casas sejam derrubadas por tratores. “Queremos que, em vez de essas pessoas terem suas casas derrubadas, que elas sejam reassentadas”, afirmou Delmasso.

O deputado Lira (PHS) também defendeu a regularização, que afirmou ser a melhor saída para o aumento da arrecadação e para resolver a questão fundiária no DF. “Sou a favor da regularização não apenas das áreas urbanas, mas também das zonas rurais”, declarou. Lira criticou ainda a atuação do órgão fiscalizador: “a Agefis precisa agir de maneira preventiva, e não usar de uma força covarde e desproporcional”, comentou o parlamentar.

Mobilizados – Moradores dos bairros Morro da Cruz e Capão Cumprido, em São Sebastião, estiveram no plenário da Câmara Legislativa nesta terça-feira (30), mobilizados com faixas contra a derrubada de casas pela Agefis. A mobilização contou com o apoio de diversos deputados distritais, que lamentaram a atuação do GDF na área e cobraram a regularização dos bairros.

“É preciso incluir o Morro da Cruz e o Capão Cumprido na poligonal de São Sebastião”, defendeu o deputado Lira (PHS). “Em vez de demolir as casas, o governo tem de regularizar a situação, de forma a garantir os direitos básicos dos que moram nesses bairros. Faltam água, luz e segurança na área”, completou.

O deputado Chico Vigilante (PT) também criticou as derrubadas empreendidas pela Agefis, que foi cunhada de “máquina com unha grande”. Para ele, a ação na área não vai resolver o problema da habitação no Distrito Federal. “E não vejo nenhum grileiro na cadeia”, provocou.

Já o deputado Joe Valle (PDT) defendeu a realização de uma audiência pública para tratar do assunto e discutir alternativas às derrubadas. “Ninguém prega a ocupação ilegal. Mas a forma como o governo tem agido, onde o Estado não se colocou a tempo, tem de ser debatida”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui