Distrital recomenda implosão de duas escolas para evitar ‘tragédia’

0
9

O presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa, deputado Professor Reginaldo Veras (PDT), apresentou algumas conclusões de relatório sobre a situação de escolas públicas do Distrito Federal, na sessão desta terça-feira (22). Algumas das situações mais críticas foram verificadas na Escola Classe 415 de Samambaia e na Escola Classe Areal. “Ambas têm de ser implodidas, sob risco de acontecer em breve uma tragédia”, alertou.

“Não se trata de uma visão catastrófica. É real. Deveríamos ter vergonha de colocar crianças nessas escolas”, completou o distrital, que aconselhou o Tribunal de Contas do DF a visitá-las. O relatório leva em consideração visitas a 90 escolas de 14 regionais de ensino, realizadas desde o ano passado. O objetivo é identificar problemas de infraestrutura que afetam também os trabalhos pedagógicos.

O relatório aponta para a necessidade de construção de novas escolas, para atender a demanda por vagas. “Um exemplo disso é a região do Paranoá, onde a carência é de cerca de 7,5 mil vagas”, destacou Prof. Reginaldo Veras. Além disso, o distrital defende a ampliação e reforma das instalações já existentes; e a construção de quadras poliesportivas, auditórios e salas de informática.

Outro problema apontado diz respeito à educação integral. Segundo o relatório, grande parte das escolas que possuem essa modalidade de ensino não apresentam “condições básicas” para atender os estudantes. “Algumas parecem apenas um depósito de meninos”, lamentou o deputado.

Apesar dos problemas verificados, o presidente da Comissão de Educação fez questão de elogiar o empenho dos professores das escolas públicas do DF. “Esses sim são verdadeiros heróis”, concluiu.

 

 

 

Fonte: CLDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui