DOIS PATINHOS NA LAGOA

2
6

Não se fala em outra coisa que não 22. É o número do momento.

Em depoimento na CPI da Corrupção da Câmara Legislativa ontem, o ex-secretário de Relações Institucionais, Durval Barbosa, falou de rolo compressor que ainda virá e deixou a Casa alvoroçada.

Nos corredores da CLDF, as acusações começaram. Dizem que dos 24 deputados distritais, apenas dois não estariam envolvidos no escândalo. A matemática não foi de Durval, mas dos próprios distritais que, visivelmente desesperados, começaram a sessão “luta entre o próprio exército”.

Uma mostra de que as denúncias e o escândalo da Caixa de Pandora estão longe de acabar. E agora, muda o alvo: do Executivo para o Legislativo.

Vale ressaltar que o blog já havia dito sobre o grande número de distritais envolvidos no Mensalão do DEM há vários meses. Chegou até a dar nomes.

Uma coisa é certa: há mais envolvidos que os citados até agora.

Outra coisa é certa: Mensalões, segundo fonte da Casa, foram pagos a rodo, principalmente na época da aprovação do PDOT.

Uma coisa é errada: A matemática, embora faça sentido, esquece de agregar inúmeros suplentes que durante a maior parte da legislatura, assumiram as vagas dos titulares na Casa.

Frigir dos ovos: na análise do blog, o número 22 pode até fazer sentido, mas não 22 entre 24, mas 22 entre 30.

Reflitamos…

Fonte: blog do Lívio di Araújo em 31/03/2010

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui