Em Anápolis, o prefeito petista João Gomes até tenta, mas também perderá a reeleição

0
19

Levantamento feito pela Secretaria Nacional de Organização do PT mostra que, além de ter perdido a eleição em 60% das cidades comandadas pelo partido no primeiro turno, o quadro é ainda mais preocupante. O tamanho da derrota do PT foi medido pelo revés sofrido na capital paulista, mas, além disso, mais da metade das 256 prefeituras conquistadas pela sigla tem menos de 10 mil eleitores. Ou seja: Ninguém mais leva o PT a sério.

Se em 2012 o PT venceu o pleito em 630 cidades brasileiras, em 2016 este número caiu para 256. Em Goiás, das 17 prefeituras conquistadas há quatro anos, o PT conseguiu manter apenas três, Cidade de Goiás, Nova Aurora e Diorama, e ainda disputa o segundo turno em Anápolis. Até mesmo na capital, o PT não elegeu nenhum vereador e o atual prefeito petista Paulo Garcia não conseguiu eleger Adriana Accorsi, que ficou fora da disputa no segundo turno.

Entre eles está o prefeito de Anápolis, João Gomes (PT), que tenta a reeleição frente ao candidato do PTB, Roberto do Órion, mas não está fácil. João Gomes se tornou no queridinho dos petistas que perderam suas boquinhas no estado de Goiás.

Em tempos de Sérgio Moro, petistas encolheram, outros se esconderam, vários estão presos e alguns, como João Gomes, ainda tentam dar o último respiro para continuar no poder, mas não terá jeito. O PT também vai perder em Anápolis, porque a população não acredita mais nas falsas promessas de petistas metidos a besta, que acham que o eleitor ainda é ingênuo. Acabou, PT, acabou João Gomes.

 

 

 

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui